Canal de vídeos no YouTube aproxima psicanálise do público

Aproximar a psicanálise do público leigo é uma das frentes de trabalho do professor e psicanalista Francisco Ometto Júnior, colaborador do Jornal de Piracicaba aos sábados, a cada quinzena. Além do universo dos artigos, ele expande sua atuação para a internet, ao criar o canal Prosa no Divã, disponível no YouTube. Os três vídeos produzidos contam, até o momento, com cerca de 1.000 visualizações.
 
 
Segundo Ometto, as estatísticas apontam que a maioria dos problemas emocionais poderia ser evitados ou até minimizados se as pessoas buscassem ajuda. Por causa de uma vivência globalizada em que estamos situados hoje, as pessoas estão cada vez mais fechadas e isoladas nelas mesmas. “Por este motivo tão especial que o canal foi criado: ajudar as pessoas a se entenderem melhor com elas mesmas e, ao mesmo tempo, entender o que pode estar se passando com elas”, disse ele, que é formado em administração de empresas e marketing e em MBA Executivo. Também tem experiência no gerenciamento de grandes empresas e atua ainda como coaching. 
 
 
A intenção do canal, para Ometto, é conversar, informar e orientar, de uma maneira prática, simples, objetiva e eficaz, mas, ao mesmo tempo, tratar estes assuntos com inteligência, profissionalismo e qualidade. E, para isso, o psicanalista conta com a ajuda eficiente do filho Victor Hugo, 14, nas filmagens, edições e postagens. “Afinal, ele é da geração que domina esta arte”, comentou Ometto.
 
 
Em seu primeiro vídeo, publicado em 11 de fevereiro deste ano, Ometto retrata o suicídio, suas causas e consequências. Segundo o psicanalista, o álcool, as drogas, a depressão e a bipolariade estão entre os fatores que podem acarretar neste ato. “Se você já buscou em uma determinada época da sua vida o suicídio, você pode estar em uma das etapas dele”, disse Ometto, durante o vídeo. Até o momento, o vídeo já passou de 664 visualizações e possui mais de 82 curtidas.
 
 
Postado em 23 de fevereiro, o segundo vídeo do canal é “O que há por trás do Bullying”. Nele, Ometto fala sobre como funciona essa forma de violência. Segundo Ometto, são três os participantes desse processo: o autor, o alvo e o espectador — este, por sua vez, é o principal que, uma vez omitindo esse tipo de violência, só piora a situação. O vídeo também é aborda o Cyberbullying com o avanço da internet.
 
 
Em sua última postagem, na última sexta-feira (9), o assunto retratado foi a Pedofilia, com enfoque em “Sou vítima de um pedófilo”, no qual o psicanalista conscientiza as pessoas sobre este sério problema social, tanto do lado do pedófilo quanto da vítima.
 
 
O próximos temas a serem tratados serão depressão, traumas emocionais e fobia. “Procure ajuda, se autoconheça, esse é o primeiro passo para resolver seus problemas”, recomendou Ometto, que deixa seus contatos para receber sugestões de temas a serem tratados no canal: juniorometto @hotmail.com e (19) 99107 3756. Ele possui ainda o blog juniorometto.blogspot. com.br, onde estão disponíveis os textos publicados no JP.