Canil da PM localiza droga escondida em colchão

Um foragido da Justiça foi preso e 354 porções de entorpecentes foram apreendidas anteontem, em uma residência no bairro Algodoal. Os pinos de maconha, crack e cocaína foram localizados no colchão do suspeito com o apoio do pastor belga de malinois Xacau, do Canil do 10o BPMI (Batalhão da Polícia Militar do Interior).
 
Por volta das 17h30, os policiais estiveram na casa de um desempregado de 24 anos, que teria mandado de prisão decretado pela Justiça, segundo informações de um denunciante. Quando chegaram ao endereço informado, os policiais encontraram com o pai do rapaz. Ele disse que o filho es estava no quintal da residência. Assim que percebeu a aproximação dos policiais, o desempregado correu em direção a uma área verde que fica ao lado da casa, mas ele foi abordado.
 
Os policiais confirmaram que o rapaz era foragido do CDP (Centro de Detenção Provisória) de Piracicaba desde o dia 25 de janeiro de 2018.
 
Os PMs utilizaram o cão para fazer a revista na casa do suspeito. Xacau indicou uma sacola contendo drogas que estava escondida dentro do colchão da cama do indiciado. Levado ao plantão policial, o suspeito foi autuado em flagrante sob acusação de tráfico de drogas.
 
 
4ª VEZ — Na manhã de ontem, os policiais da equipe Delta da Polícia Militar apreenderam um adolescente de 16 anos – já é a quarta vez que ele é alvo da PM. Ele estaria comercializando entorpecentes em frente de uma creche e uma escola, no Jardim Vitória. Com o menor, os PMs apreenderam cerca de 60 porções de maconha e crack.
 
De acordo com a polícia, o menino já tinha sido apreendido anteriormente por tráfico de drogas, receptação e furto de celular. Ele teria informado aos policiais que estava morando em um barraco e não queria mais conviver na casa da mãe e avó porque queria se dedicar a “sua atividade” e elas não permitiam. Os policiais acionaram o Conselho Tutelar para acompanhamento do caso.
 
Durante outra abordagem distinta que aconteceu no bairro Jaraguá, na última segunda-feira, uma autônoma de 37 anos e um pintor de 24 anos foram presos após serem surpreendidos embalando entorpecentes. No local, os PMs apreenderam 196 pedras de crack.