terça-feira, 23 de setembro de 2014
  

Piracicaba registra 61 mortes violentas no ano passado

Ignácio Garcia Jr.
sexta-feira, 3 de janeiro de 2014 11h58

A+  |  A-     
ENVIAR      IMPRIMIR          
Foto: M. Germano/JP

Pelo menos 61 mortes violentas foram registradas na cidade no ano passado, dois casos a mais do que em 2012, segundo levantamento do Jornal de Piracicaba. O último crime de 2013 foi o homicídio do pedreiro Edirlei Rodrigo Camargo, 32, morto após receber cerca de três tiros — um no peito, outro em um dos braços e um na lateral do corpo — no cruzamento das ruas Carlos Sachs e José Petrin, bairro Parque Orlanda 3, às 15h de terça-feira (31/12).

Camargo foi socorrido até a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Nestor Longatto, na Vila Sônia, mas chegou sem vida. Conforme o JP apurou, o suspeito dos tiros estaria em um Gol branco. A Polícia Civil apura uma denúncia anônima que pode levar à prisão o autor do homicídio.

A Polícia Técnico Científica esteve no local do crime. Um policial civil da DIG (Delegacia de Investigações Gerais) também compareceu, de acordo com o Boletim de Ocorrência número 10.207/2013.

À reportagem do JP, a esposa de Camargo, uma ajudante de cozinha de 31 anos, disse que o marido estava com outros quatro familiares quando foi abordado pelo suspeito conduzindo carro. “Meu marido correu para um córrego, foi seguido e ainda deu duas tijoladas no carro”, afirmou. O suspeito teria efetuado dois disparos, descido do veículo e atirado novamente contra Camargo. A vítima ainda teria dado uma facada no braço do suspeito.



Leia a íntegra da reportagem na edição impressa do JP ou no JP Virtual
 



 Copyright © 1995-2012
 Fundado em 4 de agosto de 1900
 Trabalhe Conosco






Assine o Jornal de Piracicaba: 19 3428 4190
Balcão Pequenos Anúncios: 19 3428 4140