,
Clique e
assine o JP
Televendas: 3428-4190
Classificados: 3428-4140
Comercial: 3428-4150
Redação: 3428-4170
Últimas notícias:
  • Emicida celebra a carreira e o bom momento do rap com a gravação do 1º DVD
  • Sequência de 'Animais Fantásticos e Onde Habitam' ganha data de estreia
  • Em DVD, a face roqueira de Gal Costa

Cartas do leitor 17/05/2017
Da Redação
17/05/2017 14h28
  |      
ENVIAR     IMPRIMIR     COMENTE              
 

Censura e coação — Algumas mulheres se acharam o máximo quando inventaram a palavra empoderamento, e a usaram à exaustão .As mulheres estavam à partir daí, devidamente empoderadas! Mas basta um delegado atribuir às mães a co-responsabilidade em certos casos de estupro de suas filhas dentro de casa, para se revoltarem! O delegado Miguel Lucena foi exonerado de seu cargo por ousar dizer que ‘ crianças estão pagando muito caro por esse rodízio de padrastos dentro de casa’. E é mentira? Há mulheres que saem para beber e atraem o primeiro homem que se interessar por ela, para dentro de suas casas. E isso acontece em todas as camadas sociais. O que o pessoal do ‘politicamente correto’ não gosta de ver é suas teses contestadas, como a de que uma sociedade mais permissiva, sem medo, vergonha e culpa, é mais sadia. Quando não gostam da avaliação ou dos resultados, culpam os adversários. Nesse caso, perdeu seu cargo um delegado interessado na defesa dos valores da família como a entendemos. Já a família dos politicamente corretos se alicerça em outros modelos...Agora me digam: está existindo censura e coação sobre aqueles que não soletram a nova cartilha? Estamos vivendo a ditadura do politicamente correto!? Mara Montezuma Assaf, aposentada

 
 
Voltar

Comentários

Nome:
E-mail:
Comentário:
 

  •         Responder
    francisco de a. medrano - 17/05/2017 15h47
    Dona Mara, Parabéns pelas palavras !!!!!!!!!!!!!! Francisco de A. Medrano