,
Clique e
assine o JP
Televendas: 3428-4190
Classificados: 3428-4140
Comercial: 3428-4150
Redação: 3428-4170
Últimas notícias:
  • Regina Volpato volta à TV aberta após 5 anos
  • As herdeiras do mundo da moda
  • Rio perde dois patrimônios de sua cultura

Cartas do leitor - 05/10/2017
Da Redação
05/10/2017 15h58
  |      
ENVIAR     IMPRIMIR     COMENTE              
 
Tragédia em Las Vegas — Mais uma vez o mundo entra em estado de choque ante a tragédia acontecida em Las Vegas (EUA), onde um único atirador tirou a vida de dezenas de pessoas, deixando mais de 500 feridos. Onde será que a raça humana pretende chegar? Por que tantas pessoas defendem com unhas e dentes a liberação de armas para a população? Os acontecimentos macabros envolvendo essa desgraça nos quatro cantos do mundo já não são suficientes para fazer enxergar que marchamos a passos largos em direção ao caos total, contribuindo e torcendo para que ele se perpetue? O mais assustador é ouvir da grande maioria das pessoas, e pasmem, até da boca de pessoas religiosas, besteiras do tipo: “é preciso liberar arma de fogo para o cidadão de bem”. Quem é do bem não necessita e nem deve andar armado. Eu continuarei minha luta, meu manifesto em busca de um sonho quase utópico, porém, sei que não o é: sonho que chegará um dia em que não haverá uma só arma de fogo e que a raça humana se encontrará consiga mesma eliminando essa desgraça e iniciando uma nova era onde revolveres, pistolas, fuzis e todos os seus similiares foram proibidos de serem fabricados e comercializados no planeta. Mas, enquanto este momento não chega, que estejamos todos preparados para chorar e enterrar nossos mortos convardemente tombados ante a mira de uma arma de fogo. José Marcos Dias, artista de rua e jardineiro
 
 
Voltar

Comentários

Nome:
E-mail:
Comentário:
 

  • Seja o primeiro a comentar