,
Clique e
assine o JP
Televendas: 3428-4190
Classificados: 3428-4140
Comercial: 3428-4150
Redação: 3428-4170
Últimas notícias:
  • Regina Volpato volta à TV aberta após 5 anos
  • As herdeiras do mundo da moda
  • Rio perde dois patrimônios de sua cultura

Cartas do leitor - 08/10/2017
Da Redação
09/10/2017 17h44
  |      
ENVIAR     IMPRIMIR     COMENTE              
 
O povo deve combater as drogas — Apesar da boa sensação de segurança que temos na cidade de Piracicaba, nos últimos dias percebemos que a cidade está na rota do tráfico de drogas e isso deve causar preocupação a muitas pessoas. No meu caso, fico espantado com as proporções com que são feitas as apreensões. Esta semana foram muitas anunciadas nos jornais da cidade. Para se ter uma ideia, das notícias que lí sobre apreensões de drogas, nesta semana foram, pelos menos três, das grandes na nossa região. A Polícia Federal conseguiu tirar das ruas mais de 400 quilos de maconha que estavam em um caminhão que trafegava tranquilamente pela cidade de Limeira. Ainda, nesta mesma cidade, alguns dias depois, a Delegacia de Investigações Gerais conseguiu apreender mais de quatro toneladas de cocaína que estavam numa chácara. Já ontem, via a notícia de que mais de seis toneladas de maconha foram apreendidas em Capivari, a menos de 50 quilômetros de distância da nossa Noiva da Colina. É um absurdo o que estes traficantes fazem para conseguir distribuir entorpecentes que acabam com a vida de várias pessoas, destroem famílias inteiras. A nossa cidade está nessa rota e precisamos combater isso. Temos que dar apoio a força policial denunciando quem trafica, temos que dar apoio a quem é usuário para se tratar e sair do vício. Nós, população também temos o dever de combater este mal. As forças policiais estão tentando fazer sua parte, aos trancos e barrancos, mas estão tentando. Muitos não tem estrutura, outros não ganham bem, outros tantos não recebem benefícios. Não é fácil ter a coragem que estes policiais tem. É importante que nós devemos criar coragem e também combater as drogas vigiando nossa casa, nossos vizinhos, nosso bairro, e por aí vai. Nós podemos ajudar nessa luta. Wallace Medeiros Jr., auxiliar de escritório
 
 
Voltar

Comentários

Nome:
E-mail:
Comentário:
 

  • Seja o primeiro a comentar