,
Clique e
assine o JP
Televendas: 3428-4190
Classificados: 3428-4140
Comercial: 3428-4150
Redação: 3428-4170
Últimas notícias:
  • Mesmo com ordem judicial, prédio no bairro Cidade Alta não é demolido
  • Lançado edital para construir escola noVida Nova
  • Roubos e furtos de carros caem no primeiro trimestre

Cartas do leitor - 07/01/2018
Da redação
08/01/2018 15h41
  |      
ENVIAR     IMPRIMIR     COMENTE              
 
A coragem do JP
 
Em dezembro tive a honra de completar 25 de jornalismo prestados, na maioria deles, em Piracicaba. Iniciando antes da formatura, no extinto Diário de Piracicaba, o trabalho nas redações e assessorias me possibilitou, nestes anos, viver próxima à realidade das redações, mais especificamente as de impresso.
Razão pela qual não quero conter meu impulso em destacar o editorial do diretor do Jornal de Piracicaba, Marcelo Batuíra, na edição de ano novo. A luta dos veículos de comunicação pela sobrevivência, principalmente nos últimos 20 anos após o advento da internet, merece ser reconhecida. Já no final dos anos 90 e depois, na primeira década do novo milênio, os custos do papel imprensa forçaram novos rumos de gestão. Sem contar a migração de parte dos anunciantes para outros tipos de mídias. No entanto, ainda e não somente, são os impressos que formam as opiniões em nossa cidade, bastante enraizada em sua cultura. E todos, indistintamente, passam pelas mesmas batalhas de equilibrar contas para manter um corpo técnico que elabore o produto essencial dos veículos de comunicação: a boa notícia, a notícia apurada e que, na medida do possível, traga as várias nuances da informação. E é neste ponto que o editorial de Batuíra requer ser valorizado. É de coragem que ele fala, coragem de continuar na estrada que pode, sim, ter um final, mas que será trilhada com a dignidade e o respeito que toda sua família desenvolveu ao longo de 117 anos de imprescindíveis histórias. Coragem de continuar levando à cidade as principais notícias do dia, mesmo quando a conta diária entre assinantes e vendas fecha no negativo. Até assim, distribui e ”sobe“ na rede mundial sua versão digital. Coragem de se reinventar, de contar com colaboradores/amigos que entendem a importância do momento e se dispõem a fortalecer esta família. Coragem que é de todos os veículos representados neste editorial. Vida longa ao JP!
Valéria Rodrigues, diretora de Comunicação da Câmara
 
 
Voltar

Comentários

Nome:
E-mail:
Comentário:
 

  • Seja o primeiro a comentar