,
Clique e
assine o JP
Televendas: 3428-4190
Classificados: 3428-4140
Comercial: 3428-4150
Redação: 3428-4170
Últimas notícias:
  • Mesmo com ordem judicial, prédio no bairro Cidade Alta não é demolido
  • Lançado edital para construir escola noVida Nova
  • Roubos e furtos de carros caem no primeiro trimestre

Cartas do Leitor - 18/01/2018
Da redação
18/01/2018 17h29
  |      
ENVIAR     IMPRIMIR     COMENTE              
 
A conta do bem-estar social
 
A conta do bem-estar social! Nunca incentivamos nossos filhos a seguir carreira pública, porque sempre nos passou que entrando em concurso público estaríamos relegando nossos filhos à acomodação. Emprego garantido até morrer, sem correr risco de demissão, sendo competente ou não. Carreira promissora que os levaria a uma aposentadoria “privilegiada integral”
extensiva a eles e familiares. Estariam eternamente nos braços do “pai Estado”, sem correr riscos. Portanto, não é novidade saber que hoje o Brasil gasta 25,7% do PIB com o “Bem-estar social”, mais do que países desenvolvidos, e dá em troca serviços de quinto mundo. Tudo isso porque os gastos com a “Previdência Pública” sugam tudo, ultrapassando qualquer lógica e direitos de igualdade a todos os brasileiros. Enquanto isso, nossos congressistas, de olho apenas em suas campanhas eleitorais, deixam o país continuar ladeira abaixo em bem-estar social. Principalmente um SUS, que com o tamanho
da verba, daria para que todos tivessem um serviço médico de excelência, sem precisarmos enriquecer os atuais planos de saúde. Mas como está a proposta da atual “Reforma da Previdência”? Quem continuará pagando pelas mordomias públicas será o coitadinho da “Previdência Privada”. Até quando?
 
Beatriz Campos, escritora
 
 
Escolha de ministra
 
Não questiono a pessoa da senhora deputada Cristiane Brasil, filha do grande ex-deputado Roberto Jefferson, para ser a nova ministra do Trabalho. Questiono, sim, como pode o senhor Sarney, dono hereditário da capitania do Maranhão, rei da inflação brasileira e da miséria da grande maioria do povo maranhense, ainda absurdamente ser consultado para tal atitude tomada pelo governo? Não é por acaso que o Brasil está nessa draga!
 
Benone Augusto de Paiva, contador aposentado
 
 
Voltar

Comentários

Nome:
E-mail:
Comentário:
 

  • Seja o primeiro a comentar