Casa do Povoador sedia exposição de arte sobre caixa de fósforo

Evento nacional chega a 4ª edição em Piracicaba com entrada gratuita e organização da SemacTur. ( Foto: Claudinho Coradini/JP)

Do contemporâneo ao clássico, a expressão da arte em pequenas dimensões é a definição perfeita para os trabalhos inscritos na 4ª edição da Exposição Nacional Arte sobre Caixa de Fósforo, aberta ontem, na Casa do Povoador. Realizada pela SemacTur (Secretaria Municipal da Ação Cultural e Turismo), com curadoria de Odair Jorge Demarchi, a mostra que reúne 447 obras produzidas por crianças, jovens e idosos, profissionais e amadores de todo o país, com para visitação até 10 de fevereiro, de segunda a sexta-feira das 8h às 17h, sábados e domingos, das 13h às 18h.

Ao todo, 169 artistas de diferentes cidades e Estados como Bahia, Rio de Janeiro, Minas Gerais, São Paulo, Rio Grande do Sul, Paraná, participam da exposição. A edição deste ano contou com a inscrição de 490 trabalhos, analisados por Márcia Gebara, Patrícia Alexandra Sclaon, Patrícia Claro e Viviane Gibin, membros da Comissão Julgadora.

Os trabalhos foram desenvolvidos com técnicas em aquarela, acrílica, colagem, origami, cerâmica, entalhe em madeira, xilogravura, guache, nanquim, lápis de cor, crochê, arte em arame e fotografia. “Embora seja um grande desafio produzir arte em uma plataforma de 3,5X5 centímetros, podemos observar vastas composições criativas, com técnicas e expressões diferenciadas”, comenta Demarchi.

Benetti, uma das expositoras, conta que sua obra intitulada Achados, Perdidos e Reconstruídos foi inspirada no Museu Nacional e a perda de seus artefatos como flechas pré-históricas, doadas por sua família. “Busquei criar esses artefatos e repassar a minha mensagem. Para mim, utilizar de um suporte tão pequeno é muito desafiador já que costumo produzir em dimensões muito maiores”, salientou.

“Esse é um encontro de artistas que já tem certa habilidade. Nosso objetivo é transformar a exposição em um salão, pois as obras são lúdicas e o resultado final revela a alma dos artistas. Esse tipo de arte desperta a criatividade e a criança dentro de nós. É o despertar do artista para a vida e os resultados são surpreendentes”, ressaltou Margarete Zenero, coordenadora do espaço cultural.

SERVIÇO — 4ª Exposição Nacional Arte Sobre Caixa de Fósforo. Na Casa do Povoador (avenida Beira Rio, 844, Centro). Visitação: até 10 de fevereiro, de segunda a sexta-feira das 8h às 17h, sábados e domingos, das 13h às 18h. Entrada gratuita. Informações (19) 3434-8605.

(Raquel Soares)

artistas
Trabalhos selecionados foram produzidos por artistas profissionais e iniciantes. ( Foto: Claudinho Coradini /JP)