Casal é preso e menor apreendido por roubo em residência no São Jorge

Pertences da vítima foram recuperados pela PM. (Divulgação/PM)

Um servente de 20 anos e uma desempregada de 19 anos foram presos e um adolescente de 15 anos apreendido após serem acusados de roubar uma residência, no bairro São Jorge. Eles foram abordados na madrugada de sábado (14), na Rodovia Samuel de Castro Neves (SP-147), próximo ao bairro Nova Suíça. No carro usado pelos suspeitos, a Polícia Militar recuperou os pertences levados da vítima do assalto.

De acordo com a Polícia Militar, a própria vítima, uma autônoma de 50 anos, entrou em contato com a corporação informando que acaba de ser assaltada. Os assaltantes fugiram levando dois televisores, um videogame, um notebook e outros objetos. Vizinhos informaram à PM, que flagraram dois homens e uma mulher saíram da casa da vítima em um VW Gol prata. Inclusive, conseguiram anotar as placas do carro.

Segundo a PM, a corporação já tinha outras denúncias que apontavam que um veículo com as mesmas características teria sido usado em outros roubos a residências.

Os policiais conseguiram identificar através das placas, o endereço do proprietário, que fica no bairro Planalto. Os PMs foram até ao local e teriam localizado o veículo na frente da residência. Eles localizaram o casal que estava no interior do veículo e o menor encostado no caro.

No interior do carro, os policiais teriam encontrado uma televisão e um notebook. De acordo com a PM, a desempregada acabou confessando que o trio acabara de invadir uma residência. Ela teria indicado uma residência no bairro Estância Água, onde estariam os outros objetos roubados.

Os PMs seguiram até ao outro endereço, onde teriam encontrado ferramentas, acessórios para cabeleireiros, cosméticos, peças automotivas, dezenas de perfumes, celulares e relógio de pulso, que pertenceriam a outras vítimas.

Todos os suspeitos foram conduzidos ao plantão policial, onde o casal foi preso sob acusação de roubo e o adolescente permaneceu custodiado até ser apresentado à Vara da Infância e Juventude.

 

Cristiani Azanha