CCZ registra mais um caso de morcego com raiva

Animal foi encontrado morto em uma residência no condomínio Colinas do Piracicaba, em Ártemis. (foto: Amanda Vieira)

A Secretaria Municipal de Saúde, por meio do Centro de Controle de Zoonoses, registra mais um caso de raiva em morcego em Piracicaba. É o sétimo caso de quirópteros infectados em 2019. O animal foi encontrado morto, caído em uma área de luz de uma residência, no condomínio residencial Colinas do Piracicaba, no bairro de Ártemis, sendo de hábito instívoro (se alimenta de insetos), família molossidae e espécie Nyctinomops laticaudatus.

De acordo com a bióloga do CCZ, Regina Lex, esta espécie abriga-se em cavernas, em fendas de rochas e de edificações humanas (principalmente no forro dos imóveis). “É uma espécie de ocorrência muito comum na cidade”.

Segundo ela, este ano, já foram recolhidos e enviados para diagnóstico da raiva, 218 morcegos, sendo 7 positivos. “No ano passado foram 360 animais recolhidos, tendo sido 11 positivos para a doença”, explicou.

A Secretaria Municipal de Saúde, mais uma vez, alerta para que os animais (cães e gatos), principalmente do bairro onde foi encontrado o morcego, que não estejam com a vacina antirrábica em dia, sejam vacinados, pois o vírus da raiva está circulando na região e os animais ficam expostos à contaminação.

A vacina é gratuita e está disponível à população no Canil Municipal (Centro de Controle de Zoonoses – rua Mandis, s/nº, Jardim Jupiá), durante o ano todo, de segunda à sexta-feira, das 9h às 15h; e aos sábados, das 9h às 11h e das 12h30 às 14h. Mais informações pelo telefone (19) 3427-2721 e 3427-2400.

Da Redação