• Cerveja artesanal para espantar o calor!
  • Cerveja artesanal para espantar o calor!
  • Cerveja artesanal para espantar o calor!
  • Cerveja artesanal para espantar o calor!

Cerveja artesanal para espantar o calor!

Mariana Requena
mariana.requena@jpjornal.com.br

 

Nos dias de calor e nas horas de relax, o que vem à cabeça quando o pensamento é bebida? Cerveja, é claro! Paixão nacional, o Brasil é um dos grandes consumidores de cerveja – cerca de 60 litros anuais por pessoa. A bebida está no churrasco do fim de semana, na comemoração depois do expediente e até na “pelada” dos amigos do bairro. Apesar de toda a tradição, o mercado do país tem registrado mudanças no comportamento e preferência do consumidor, que tem prezado mais pela qualidade e originalidade do produto, e é aí que as cervejas artesanais caíram nas graças dos apreciadores de cervejeiros de plantão.

Segundo Anderson da Silva, gestor de produtos do supermercado piracicaba no Delta, a empresa registrou queda nas compras de cervejas comuns, enquanto as artesanais apresentaram aumento de 30% nas vendas de 2018. “Hoje as pessoas bebem menos, mas buscam bebidas com mais qualidade”, afirma.

Para aproveitar o gancho e unir isso à história do Delta, que comemora seus 35 anos em 2019, o supermercado lançou, em parceria com uma cervejaria da cidade, um rótulo promocional próprio, o qual leva no nome o ano de fundação da empresa: 1984.

“A ideia surgiu há, aproximadamente um ano, a partir de uma conversa informal dos diretores do Delta e dessa cervejaria”, conta Anderson. “Após isso, eu amadureci a ideia e o projeto saiu do papel, agora, por conta do aniversário do supermercado”.

A 1984 foi desenvolvida especialmente para o Delta Supermercados, classificada como pilsen, devido ao seu processo de fermentação, além de contar com apenas grãos de malte na composição – “puro malte”.

As cervejas do tipo pilsen são, geralmente, mais leves e menos alcoólicas, com baixa fermentação. A receita tem origem na cidade de Plzeñ, na República Tcheca, em meados do século 19, e rapidamente ganhou fama e se espalhou pela Bohemia e Alemanha. São bebidas com um amargor satisfatório e cor dourada, que seguem a Lei da Pureza Alemã, ou seja, sem adição de cereais não maltados, geralmente existentes nas cervejas comerciais comuns.

Anderson destaca a procedência piracicabana da cerveja 1984 do Delta. “O Delta é uma empresa com origem em Piracicaba e por isso optamos por desenvolver o produto com uma empresa aqui da cidade”, explica. “A ideia é fortalecer o nome da cidade e quem é daqui”. A 1984, por enquanto, é uma edição comemorativa e apenas um lote promocional foi produzido. O Delta estuda a possibilidade do rótulo se tornar uma marca fixa do supermercado. O valor de venda atual é de R$ 6,99 em todas as franquias Delta.

ARTESANAL

Com nome que sugere ao cuidado na produção, as cervejas artesanais não são necessariamente produzidas em métodos antigos ou rústicos, mas por meio de um cuidadoso processo de seleção de ingredientes, que entrega um produto com maior qualidade degustativa e que não tem como prioridade a produção em larga escala.

Um mestre cervejeiro é o responsável pelas receitas, com fermentação mais lenta e sem adição de componentes químicos para acelerar o processo. Assim, os rótulos geralmente destacam a qualidade da produção com os termos pilsen, lager, lambic, entre outros.

A popularização das cervejas desse tipo no Brasil certamente representa o crescimento de um caráter mais crítico e observador no consumidor médio brasileiro.