Chuva castiga Itália e deixa pelo menos 12 vítimas

Chuva castiga Itália e deixa pelo menos 12 vítimas
Fonte: Agência Brasil

O mau tempo na Itália castiga várias regiões do país e pelo menos 12 pessoas morreram em consequência de incidentes registrados. Os jornais e as emissoras de televisão italianas informam que as áreas mais afetadas são a Sicília, ao Sul, e Vêneto, ao Norte. De acordo com a imprensa italiana, dez pessoas morreram em consequência dos temporais.

Na sua conta no Twitter, o primeiro-ministro italiano, Giuseppe Conte, avisou hoje (4) que vai à Sicília e está em contato permanente com as autoridades locais. A região é considerada a mais atingida pelos fortes temporais, embora no Norte do país também haja registros de incidentes.

“Estou indo para a Sicília, onde o mau tempo causou pelo menos 10 vítimas. Eu estou em contato contínuo com o governo para ter atualizações constantes também sobre a situação dramática nas regiões do norte.”

O ministro do Interior, Matteo Salvini, irá à região do Vêneto, uma das mais afetadas pelas tempestades.

Nove das vítimas morreram na cidade de Casteldaccia, outra em Vicari – ambas na província de Palermo -, e duas na cidade de Cammarata, na província de Agrigento. Essas 12 pessoas se somam às 15 mortes registradas na última semana por causa das chuvas.

As autoridades italianas ainda buscam em Corleone, na província de Palermo, um médico que desapareceu quando dirigia rumo ao hospital onde trabalhava. O carro foi encontrado em um trecho da estrada do município, mas o médico não estava dentro.

Desde sexta-feira (2) chove de forma intensa em vários locais na Itália, registrando alagamentos, desmoronamentos e queda de árvores. Voos foram cancelados em todo o país, e há vários aeroportos fechados. As aulas também foram suspensas.

 

 

*Com informações da Agência EFE

Chuva castiga Itália e deixa pelo menos 12 vítimas