,
Clique e
assine o JP
Televendas: 3428-4190
Classificados: 3428-4140
Comercial: 3428-4150
Redação: 3428-4170
Últimas notícias:
  • Em meio a seus edifícios históricos, região central ganha nova unidade do Sesc
  • Cinquenta anos depois, as pessoas da sala de jantar
  • Mostra reúne 20 gravuras Goya, que marcam fase obscura do pintor

DIG prende mandante de assaltos em condomínios de luxo em Piracicaba
Caio Sabbagh
20/04/2017 11h54
  |      
ENVIAR     IMPRIMIR     COMENTE              
 
268.jpg

Delegado Fábio Rizzo coordenou as investigações; crimes aconteceram em 2016 (Foto: Claudinho Coradini/JP)

A Polícia Civil prendeu na tarde da última terça-feira (18), o mandante dos assaltos realizados em dois condomínios de luxo da cidade.

O homem, de 57 anos, corretor e construtor de imóveis, é acusado de comandar os dois assaltos que aconteceram em julho e setembro do ano passado.

No primeiro assalto, os criminosos sabiam que a família estaria em um sítio e renderam as vítimas no local.

Uma das vítimas foi levada para a casa, dentro de um condomínio de alto padrão na cidade, onde o crime aconteceu.

A equipe de investigadores da Polícia Civil descobriu o nome de um dos assaltantes através de um segurança do condomínio.

Após investigações, investigadores descobriram que os pertences roubados estariam em uma residência no bairro Santana.

Foi emitido um mandado de busca e a casa foi vasculhada. Foram encontrados uma corrente e um crucifixo de ouro que pertenciam à vítima. Na casa, também foi encontrado um frasco de remédio com o nome de um suspeito.

Com o andamento das investigações, a polícia desconfiou que um homem, que era conhecido da família, teria dado as informações aos assaltantes. Essa pessoa frequentava a casa da vítima e, após uma briga, teria perdido o contato.

Chamado na delegacia para prestar depoimento, negou envolvimento no crime, mas através do histórico de ligações de seu celular, foi constatado de que ele havia feito contato várias vezes com o suspeito denunciado por um segurança do condomínio.

Questionado, afirmou que frequentava chácaras e churrascos com o suspeito, mas que não tinha relação próxima com ele.

No momento em que estava prestava depoimento ao delegado Fábio Rizzo, outra equipe da Polícia Civil, que não estava encarregada deste caso, entrou na sala e percebeu que era o mesmo homem que era investigado em outro assalto acontecido em um segundo condomínio de luxo.

O acusado de comandar o crime, que também era amigo dos proprietários, havia construído e vendido a casa à família. Ele sabia que os moradores estariam viajando e a hora que a empregada iria sair.

Além disso, na manhã daquele dia ele teria trocado algumas das fechaduras da casa alegando defeito.

A empregada atrasou para ir embora e quando estava saindo da casa foi surpreendida pelos assaltantes.

Os criminosos fizeram a mulher refém enquanto roubavam a casa e, na hora em que estavam indo embora, os porteiros desconfiaram do assalto e fecharam o portão do condomínio, mas o criminoso derrubou o portão com o carro.

Foi então pedida a prisão temporária do mandante do crime.

 
 
Voltar

Comentários

Nome:
E-mail:
Comentário:
 

  • Seja o primeiro a comentar