,
Clique e
assine o JP
Televendas: 3428-4190
Classificados: 3428-4140
Comercial: 3428-4150
Redação: 3428-4170
Últimas notícias:
  • Todos os presidentes que ganharam filmes no País
  • Retrospectiva de Rodrigo Andrade está entre as dicas de exposições da semana
  • Ocimar Versolato morre aos 56 anos em São Paulo

Projeto voluntário cria sala de aula ao ar livre
Vinicius Chinellato
07/12/2017 12h09
  |      
ENVIAR     IMPRIMIR     COMENTE              
 
Uma ação social voluntária feita por funcionários da OJI Papeis despertou sorriso de aproximadamente 680 crianças da Escola Municipal Francisco Côrrea, no Jardim São Paulo. Em todos os sábados de outubro e novembro, funcionários da empresa reformaram um espaço inutilizado da unidade, transformando-o em uma sala de aula ao ar livre. O local, que fica em um corredor próximo ao pátio, estava coberto por lama e com as paredes sujas. Após a revitalização, ganhou um gramado sintético, novas cores, jogos de estratégia feitos no chão, duas lousas, mesa de xadrez e um espaço com areia para entretenimento dos alunos. A entrega feita na manhã de ontem e contou com a presença dos funcionários que participaram do projeto Ação Mágica. 
 
No início da entrega, alunos da fanfarra da escola fizeram uma apresentação. Também houve performance de malabarismo, feito por outro grupo de crianças. A diretora da escola, Andreia Tavares, agradeceu os colaboradores e falou sobre a importância do projeto. “Sempre que via aquele espaço, pensava que poderia ser transformado em um local de lazer para os alunos. Com a ajuda da empresa, realizamos um sonho. O lugar agora é mais um espaço de aprendizado para nossos alunos”, disse. 
 
Antes de conhecerem o espaço, os alunos entregaram cartas aos funcionários que participaram da ação. Emocionados, os profissionais leram as cartas em voz alta, já no local. Era nítido o sorriso estampado pelas crianças, que estavam contentes com o espaço.
 
Para o presidente da OJI Papéis, Agostinho Monsserrocco, a ação é importante para o contexto social, além de trazer melhorias para o ambiente escolar. “As crianças são o futuro, elas que vão administrar as empresas daqui há alguns anos, então, nosso objetivo é proporcionar educação a elas, para que possam ser bem inseridas no ambiente competitivo que temos atualmente”.
 
De acordo com Vieira Jr, analista de responsabilidade social da empresa, a ideia de realizar a ação veio de um outro projeto, feito no ano passado, chamado Natal Mágico, em que os funcionários davam presentes a crianças carentes. “Precisávamos fazer algo que transformasse a vida delas e que durasse bastante tempo, por isso o nome Ação Mágica”, disse. Vieira também ressaltou o destaque da realização. Segundo ele, os méritos são exclusivamente dos funcionários, que além de revitalizar o espaço de forma voluntária, custearam todos os gastos através de vaquinhas, campanhas de arrecadação e patrocínio de fornecedores. “Reformaram o local e custearam todos as despesas com cimento, tinta e materiais necessários.” 
 
 
Voltar

Comentários

Nome:
E-mail:
Comentário:
 

  • Seja o primeiro a comentar