,
Clique e
assine o JP
Televendas: 3428-4190
Classificados: 3428-4140
Comercial: 3428-4150
Redação: 3428-4170
Últimas notícias:
  • 'Scandal' chega ao final deixando legado de inclusão
  • 'Ocupação Antonio Candido' abre arquivos do acervo do intelectual
  • O balé e o recomeço

Grávida tem 60% do corpo queimado em incêndio
Cristiani Azanha
23/01/2018 21h17
  |      
ENVIAR     IMPRIMIR     COMENTE              
 

Criminosos atearam fogo em um casal que dormia no quarto de uma residência na avenida José Micheletti, próximo ao cruzamento com a avenida São João, no Centro. Um vizinho teria ouvido os gritos das vítimas na manhã de ontem e chutou a porta de entrada do imóvel para que elas conseguissem sair. Segundo a Polícia Militar, o homem teve mais de 90% do corpo queimado. Ele foi socorrido pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e levado para o Hospital Fornecedores de Cana. A equipe de Resgate dos Bombeiros conduziu a mulher — que teve mais de 60% do corpo queimado — até o Hospital Santa Casa. Até o fechamento desta reportagem, eles permaneciam internados em estado grave.

Os PMs apuraram que a casa havia sido locada por R$ 200. “O atual locatário afirmou que conhecia o casal da rua e que teria permitido que eles passassem uma noite em sua moradia”, disse o soldado Floriano, que atendeu a ocorrência junto coma soldado Liliane.

“Pelas circunstâncias, aparentemente, desconhecidos usaram um buraco na janela para atear fogo no casal, que dormia na cama no quarto, mas não será possível constatar preliminarmente se foi usado algum tipo de produto inflamável nas vítimas”, completou o policial.

Um motoboy de 37 anos, que pediu para ter a identidade preservada, afirmou que estava em casa junto com a esposa, quando ouviu os gritos de socorro. “Senti cheiro forte de fumaça e achei que minha casa também estava pegando fogo. Quando percebi que o incêndio era na casa ao lado, corri para lá. Percebi que a parede do lado externo da casa estava encharcada com algum produto e também tinha fogo na porta de entrada. Naquela hora consegui apenas chutar a porta, pular o fogo e abrir espaço para que o casal pudesse sair”, comentou.

O proprietário do imóvel, Rodrigo Cardoso de Oliveira, relatouqueumvizinholheavisou por telefone do incêndio. “Ainda não sei qual a situação da casa, soube que o fogo atingiu mais o quarto e o colchão. Não conhecia as pessoas que ficaram feridas pelo incêndio.”

As causas do acidente e os respectivos envolvidos serão investigados posteriormente pela Polícia Civil. Os suspeitos ainda não tinham sido identificados

 
 
Voltar

Comentários

Nome:
E-mail:
Comentário:
 

  • Seja o primeiro a comentar