,
Clique e
assine o JP
Televendas: 3428-4190
Classificados: 3428-4140
Comercial: 3428-4150
Redação: 3428-4170
Últimas notícias:
  • Malinois Aruk se aposenta após 8 anos dedicados à Polícia Militar
  • Presídios fazem campanha contra tuberculose
  • Preços dos combustíveis estabilizam

Carro atropela menina de 6 anos no bairro Jaraguá
Cristiani Azanha
09/02/2018 17h43
  |      
ENVIAR     IMPRIMIR     COMENTE              
 
Uma menina de 6 anos foi atropelada por um veículo enquanto caminhava pela rua dos Patriotas, no bairro Jaraguá. A mãe da vítima informou que a rua não tem calçada e os veículos transitam nos dois sentidos da via. O acidente aconteceu no último domingo (4), mas foi registrado no plantão policial somente anteontem. Segundo a mãe da criança, a filha foi internada na Santa Casa, após receber o diagnóstico de sangramento no cérebro, mas recebeu alta médica na terça-feira (6), após a realização de exames complementares.
 
O motorista do veículo Honda Fit, envolvido no acidente, socorreu a vítima até a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) “Frei Sigrist”, na Vila Cristina, onde a menina recebeu os primeiros atendimentos. Depois foi transferida para a Santa Casa. O condutor compareceu ao plantão policial para prestar depoimento e liberado em seguida.
 
“Foi um susto muito grande, pois após o impacto com o veículo ela gritava que estava doendo o corpo inteiro. Quando o médico disse que ela poderia estar com sangramento no cérebro eu fiquei sem o chão. Só fiquei aliviada quando recebi o resultado dos exames e constatei que não tinha nenhuma fratura. Também fizeram tomografia na cabeça dela, mas graças a Deus minha filha reagiu muito bem com o tratamento”, comentou a mãe da criança, uma autônoma de 38 anos.
 
“O motorista não parou naquela hora, andou por mais alguns metros. Outro motorista parou para perguntar o que tinha acontecido. Ele foi atrás do homem e, logo depois, ele retornou e perguntou se a gente queria ir para o hospital”, relatou a mãe da criança.
 
 
RECLAMAÇÃO — A autônoma disse que a falta de calçada coloca em risco aos pedestres que utilizam a via. “A rua tem trânsito intenso de carros, motos e bicicletas nos dois sentidos. Alguns aceleram um pouco mais da conta e coloca a gente em risco. Seria importante para nós essa benfeitoria. Sem contar que outros acidentes poderão acontecer por lá”, ressaltou. Em nota, a prefeitura informou que não identificou o local “exato da residência para verificar se há notificações ao proprietário”, contudo, o setor de fiscalização foi comunicado para realizar vistoria na região. “A manutenção de calçadas particulares é obrigação do proprietário. Porém, a fiscalização nesses casos é feita pela prefeitura, por técnicos da Secretaria de Obras e também por meio de denúncias via 156”.
 
 
Voltar

Comentários

Nome:
E-mail:
Comentário:
 

  • Seja o primeiro a comentar