,
Clique e
assine o JP
Televendas: 3428-4190
Classificados: 3428-4140
Comercial: 3428-4150
Redação: 3428-4170
Últimas notícias:
  • Campanha do Agasalho movimenta escolas
  • Rosana Fessel, a Maria da Penha de Piracicaba
  • Moradores de rua abandonam o vício e tentam dar a volta por cima

Piracicabano ganha R$ 100 mil na NFP
Felipe Poleti
16/05/2018 13h28
  |      
ENVIAR     IMPRIMIR     COMENTE              
 
Um morador na Vila Industrial foi premiado com R$ 100 mil no sorteio número 144 do programa Nota Fiscal Paulista, vinculado a Secretaria de Estado da Fazenda. Além dele, outros nove contribuintes receberam o mesmo valor, além de 15 consumidores premiados com R$ 50 mil, 20 com R$ 10 mil, 50 com R$ 5 mil e 500 prêmios de R$ 1 mil. O prêmio principal, de R$ 1 milhão, foi para um morador do bairro Cidade Edson, em Suzano, e outros quatro prêmios de R$ 500 mil foram para a capital (3) e um para São Bernardo do Campo.
 
 “Concorreram os cadastrados que efetuaram compras em janeiro e solicitaram a inclusão do CPF/CNPJ ( no documento fiscal. No total, foram 600 prêmios que somam R$ 5,7 milhões”, informou a pasta. 
 
Com o sorteio exclusivo, cinco entidades assistenciais cadastradas na Nota Fiscal Paulista receberam R$ 100 mil, cada. As instituições contempladas são dos municípios de Atibaia, Itaberá, Ourinhos, São Vicente e Capital. Além disso, outras 50 entidades foram contempladas com prêmios de R$ 10 mil, totalizando R$ 1 milhão. O resultado oficial pode ser consultado no site www.nfp.fazenda.sp.gov.br. 
 
Para concorrer, o consumidor que pede a Nota Fiscal Paulista deve se cadastrar no site do programa e aderir ao regulamento. As adesões feitas até o dia 25 de cada mês permitem a participação no mês seguinte. Cada R$ 100 em compras dá direito a um bilhete eletrônico para disputar aos prêmios.
 
 
NFP - A Nota Fiscal Paulista, criada em outubro de 2007, integra o Programa de Estímulo à Cidadania Fiscal do governo do Estado de São Paulo e reduz a carga tributária individual dos cidadãos, que recebem créditos ao efetuar compras de mercadorias em São Paulo. O sistema distribui até 30% do ICMS efetivamente recolhido pelos estabelecimentos comerciais aos consumidores que solicitam o documento fiscal e informam CPF ou CNPJ, proporcional ao valor da nota.
 
O programa conta com 19 milhões de participantes cadastrados e, desde seu início, soma mais de 59 bilhões de documentos fiscais processados na Fazenda. Já devolveu aos participantes do programa R$ 15,9 bilhões, sendo R$ 14,2 bilhões em créditos e mais de R$ 1,6 bilhão em prêmios nos 114 sorteios já realizados.
 
 
Voltar

Comentários

Nome:
E-mail:
Comentário:
 

  • Seja o primeiro a comentar