,
Clique e
assine o JP
Televendas: 3428-4190
Classificados: 3428-4140
Comercial: 3428-4150
Redação: 3428-4170
Últimas notícias:
  • Funcionários do HR pedem readequação de linhas de ônibus
  • Atividades marcam Dia do Coração amanhã
  • Canil ganha sala de memorização de odores

Semdes inicia campanha contra abuso de crianças
Felipe Poleti
17/05/2018 15h28
  |      
ENVIAR     IMPRIMIR     COMENTE              
 
A campanha nacional “Faça Bonito - Proteja nossas crianças e adolescentes”, que realiza ações de combate ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolescentes no mês de maio, chega hoje a Piracicaba, quando a Semdes (Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social) traz atividades diversas na cidade nesta quinta e sexta-feira. 
 
A abertura das atividades será às 13h, no auditório da Secretaria de Educação, com a palestra “Abuso sexual e alienação parental: a vítima sempre é a criança!”, com Cristina Helena Machado Albuquerque, psicóloga judiciária, e Fabiane Cristina Vieira de Souza, assistente social judiciária, ambas do Fórum de Piracicaba. 
 
Para esta atividade, não é necessária inscrição prévia. O evento tem como público-alvo representantes do poder público, técnicos da rede intersetorial, sociedade civil organizada e população em geral. O auditório da SME fica na Rua Cristiano Cleopath, 1902.
 
Já para amanhã, às 8h30, está programada uma passeata com concentração no mercado municipal. Segundo a Semdes, deste ponto, crianças e técnicos, munidos de cartazes, descerão a rua Governador Pedro de Toledo até a Rua São José, acompanhados de fanfarra da escola municipal José Antônio de Oliveira, até encerrar o percurso na praça José Bonifácio.
 
Conforme lembrou a secretária Eliete Nunes, a intenção destas atividades é dar visibilidade à questão do abuso e da exploração sexual de crianças e adolescentes e assim sensibilizar a sociedade para a temática. “A intenção é mobilizar toda a sociedade. É importante que as famílias participem com suas crianças e seus adolescentes, porque é um momento de conscientização. Todos podem ajudar uma criança ou adolescente em situação de risco, denunciando, por exemplo, de forma anônima, pelo disque 100”, explicou.
 
Eliete lembrou que as atividades realizadas na cidade não se restringem apenas a campanha nacional. Além destas, os serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos Gerações e Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) promovem rodas de conversa, sensibilização e esclarecimentos sobre a temática para os usuários dos serviços. A Câmara dos Vereadores também receberá encontro com profissionais da área que mostrarão “mapeamento” de abusos e exploração de menores na cidade.
 
 
Voltar

Comentários

Nome:
E-mail:
Comentário:
 

  • Seja o primeiro a comentar