Com 500 crianças vacinadas, Piracicaba tem Dia D

Até o momento são cinco casos confirmados da doença e todos evoluíram para a cura. Foto: Amanda Vieira/JP

A Secretaria Municipal de Saúde de Piracicaba realiza hoje o Dia D de vacinação contra o sarampo em 44 unidades de saúde da Atenção Básica da cidade. O objetivo é vacinar crianças dos seis meses aos cinco anos de idade, público-alvo da Campanha de Vacinação contra a doença, que acontece até o dia 25 de outubro.
De acordo com a pasta, das 1.505 crianças que compareceram às unidades de saúde do município, desde o dia 7, início da campanha nacional, 524 delas receberam a dose do medicamento.
Conforme balanço divulgado nesta semana pela Secretaria de Saúde, a cidade conta com dois novos casos da doença. Os pacientes são uma menina com idade entre zero e nove anos, residente na Zona Oeste da cidade e um adolescente com idade entre dez e 19 anos, morador na região central.  Até o momento, no total são cinco casos confirmados da doença e todos evoluíram para cura.
As UBSs (Unidades Básicas de Saúde) e as USFs (Unidades Saúde da Família) estarão abertas das 8h às 17h para a imunização. Haverá ainda um ponto de vacinação no salão de festas da capela São Francisco de Assis no Jardim Bartíra.

A secretaria alerta para que os pais e responsáveis devem comparecer com seus filhos às unidades, portando a Carteira de Vacinação, para receberem a dose vacinal.
Além da vacina, é preciso seguir outras recomendações como evitar exposição a aglomerações, reforçar a higienização, promover a ventilação adequada dos ambientes e, sobretudo, que o cidadão procure, imediatamente, um serviço de saúde diante de qualquer sintoma da doença.
Somente um profissional da área poderá avaliar e dar as recomendações necessárias.
O sarampo é contagioso – o vírus é transmitido por uma pessoa doente ao espirrar, tossir ou falar. Os sintomas da doença são manchas vermelhas pelo corpo, febre, coriza, conjuntivite, manchas brancas na mucosa bucal. A patologia pode acometer adultos e crianças, com risco de complicações graves e até de evolução para óbito. A vacina é a única maneira de evitar que isso aconteça.Cidade registra quase 3 mil casos positivos de dengue neste ano

Com quase 3 mil casos confirmados de dengue, a cidade de Piracicaba planeja para o próximo sábado (26) o dia D de combate ao Aedes aegypti – mosquito transmissor da dengue e também da zika e da chikungunya. De acordo com a Secretaria de Saúde, até o momento são 2.974 casos positivos. Uma força tarefa foi anunciada pela prefeitura na semana passada para combater o vetor da doença que, neste ano, fez duas vítimas fatais na cidade. A estratégia da administração municipal e desenvolver uma nova campanha para sensibilizar a população de que é preciso travar uma guerra diária para eliminar os criadouros dos mosquitos nas residências, principalmente em quintais e na época de chuva constante e sol forte.
Na reunião entre o prefeito Barjas Negri e secretário municipais, na semana passada, foram discutidas ações pontuais das secretarias no combate ao mosquito da dengue, como também uma política permanente de governo, considerando que a doença mata e dados comprovam que 94% dos criadouros do mosquito estão nas residências, principalmente nos pratos de vaso com água, ralos externos abertos, calha entupida, inservíveis guardados de forma inadequada, entre outros.

 

Beto Silva
[email protected]