Com dificuldade financeira, dona de casa pede ajuda

pet Dona de casa Valdirene com seus animais: pedido de doação de ração e leite. ( Claudinho Coradini /JP)

A dona de casa Valdirene Aparecida Batagello, 45, passa por dificuldade para alimentar seus 14 gatos e três cachorros. “Não posso trabalhar, minha filha depende de mim a todo instante. Ela é deficiente mental e minha única fonte de renda é benefício que recebo de um salário mínimo de R$ 954. Com esse valor, não tenho condições de comprar as rações que meus animais necessitam“, contou Valdirene.

A cuidadora relata que começou a ter dificuldades financeiras depois que seu padrasto mudou de cidade. “Com a sua partida e sem qualquer ajuda, não consigo arcar com as despesas de casa”, disse.

Há oito anos que Valdirene cuida de seus 17 animais, no entanto, diante da nova situação que tem passado decidiu pedir ajuda, pois não quer se desfazer de seus animais que, para ela, são membros de sua família. “Só quem tem animais de criação pode imaginar o que estou sentindo. Não tenho mais condições de sustentá-los e ao mesmo tempo não me imagino sem eles” relatou.

Valdirene tem gatos especiais que necessitam de cuidados diariamente e que no momento ela não consegue oferecer. Preocupada com sua condição atual, a cuidadora contou a história de suas duas gatas, Rosinha, 8 anos, que não tem dentes e a Princesa, 9 anos,que sofre de cálculos renais. “Não vivo sem meus bichinhos, todos dormem comigo na cama. Sou ex-usuária de drogas e eles foram fundamentais na minha recuperação”, disse.

A dona de casa, pede ajuda também de doação de leite para sua filha Daiane Cristina Batagello, 30 anos, que é deficiente mental. “Estou passando por um momento muito difícil e infelizmente, não tenho ninguém para pedir ajuda”. As doações podem ser feitas por telefone (19) 99295-2693 e no endereço: Av. Fioravante Cenedese, 728, Ártemis.

(Raabe Kamala)