Começa 9ª edição do projeto Humor na Sala de Aula

Mais de 50 professores da rede pública e privada de ensino de Piracicaba iniciaram na noite de anteontem a 9ª edição do projeto Humor na Sala de Aula, que tem como proposta aproximar os docentes ao universo do humor, para que sejam multiplicadores da linguagem. As oficinas seguem até junho e integram a programação do 45º Salão Internacional de Humor de Piracicaba.
 
 
Os módulos ministrados nos encontros, que ocorrem no Armazém 14 A do Engenho Central (em frente à passarela pênsil), tratam de conceitos básicos sobre o desenho de humor; linguagem da caricatura e a criação de narrativas. As informações são passadas pelos artistas Danilo Fernando De Angeli, Elisângela de Freitas Mathias (Belê), Fábio San Juan e Willian Antônio Hussar.
 
 
A primeira aula, conduzida pelo arte educador Danilo De Angeli, levou os professores à criação de “um mundo paralelo e imaginário”, com personagens de características próprias. A base — um jogo de interpretação de papéis —, será suporte para a produção de ilustrações e textos a serem desenvolvidos até o final das oficinas.
 
 
Para João Gambaro, da Diretoria de Ensino de Piracicaba, essa é uma oportunidade para os professores trabalharem as disciplinas de forma lúdica. “As aulas passam a ser mais dinâmicas e os alunos aprendem a leitura de charges, caricaturas e outras técnicas, além de desenvolverem o senso crítico”, comentou.
 
 
“A proposta de aproximar a arte e a educação fortalece a cada edição, a participação dos estudantes no Salãozinho de Humor, criado para fomentar o desenvolvimento de novos artistas é prova disso. Em 2017 recebemos mais de 4.000 trabalhos”, informou Erasmo Spadotto, diretor do Cedhu (Centro Nacional de Documentação, Pesquisa e Divulgação do Humor Gráfico de Piracicaba).
 
 
“Esse curso auxilia os educadores a conhecerem a linguagem do desenho de humor como construção humana, não só como elemento de comunicação, mas como expressão, compreensão e ação sobre seu universo e de seus alunos”, disse a coordenadora de Ensino Complementar da Secretaria Municipal de Educação, Elaine Galani Albaladejo.
 
 
O projeto é realizado pela SemacTur (Secretaria Municipal da Ação Cultural e Turismo) e Cedhu, em parceria com a Diretoria Regional de Ensino de Piracicaba e Secretaria Municipal de Educação.