Começa o mês de Santo Antônio, padroeiro de Piracicaba

Desde o início de junho, devotos frequentam intensamente a Catedral (Foto: Claudinho Coradini/JP)

Para a Diocese de Piracicaba, junho é o mês de celebrar e festejar o seu padroeiro, Santo Antônio, comemorado no dia 13 e, neste ano, os 57 anos de Dedicação da Catedral Santo Antônio e os 75 anos da instalação da diocese.

A Catedral celebra, em 17 de junho, o 57º aniversário de sua Dedicação. Neste dia, ocorrerá, às 20h, Celebração Eucarística presidida pelo bispo diocesano, dom Fernando Mason. “Trata-se de uma festa litúrgica importante para a diocese, que deve ser celebrada solenemente, pois a Catedral é a igreja-mãe da diocese, o centro da vida litúrgica. É o ponto concreto de unidade, templo das grandes celebrações diocesanas. É nesta missa que os candidatos ao diaconado permanente da Escola Diaconal receberão o ministério de Leitor”, destaca o bispo.

Para comemorar o dia do padroeiro, um calendário especial foi preparado e será desenvolvido durante todo o mês de junho, na Catedral Santo Antônio (praça José Bonifácio). A programação é composta por celebrações religiosas e atividades festivas.

A Trezena, que começou em 31 de maio, prossegue até 12 de junho, com a celebração de missas: segundas-feiras, às 18h30; terça a sábado, às 7h20 e no domingo às 10h30. No dia 13, festa de Santo Antônio e feriado municipal, cinco missas estão programadas na Catedral: às 6h, 8h, 10h, 13h e 16h, e, como é tradição, haverá a bênção e distribuição dos pães de Santo Antônio, em todas as celebrações. Este ano também haverá a Hora da Misericórdia, às 15h.

O bispo diocesano presidirá a celebração das 10h e, durante esta missa, será lançada oficialmente a Revista Jubileu em comemoração ao Jubileu de Brilhante de 75 anos de missão e evangelização da Diocese de Piracicaba.

De acordo com a assessoria da diocese, como acontece todos os anos, haverá a venda do tradicional Bolo de Santo Antônio e a entrega será a partir das 5h, no Clube Coronel Barbosa (anexo ao Teatro São José, que fica próximo à Sé Catedral). O bolo terá 3.500 pedaços e custará R$ 25 o pedaço. A compra antecipada pode ser feita na secretaria da Sé Catedral.

REVISTA

A publicação foi produzida pela Assessoria de Comunicação da diocese e supervisão do padre Marcelo Sales, presidente da Comissão do Jubileu dos 75 anos e padre Kleber Fernandes Danelon, integrante da Comissão e Coordenador Diocesano de Pastoral. A revista tem 100 páginas e tiragem de 7.000 exemplares, e faz resgate histórico da caminhada da diocese.

Da Redação