Comerciantes da Rua do Porto estimam aumento de 30% na Semana Santa

Na Rua do Porto existem 20 bares e restaurantes que servem desde porções até pratos requintados (Claudinho Coradini/JP) Na Rua do Porto existem 20 bares e restaurantes que servem desde porções até pratos requintados (Claudinho Coradini/JP)

Um dos períodos mais convidativos para os restaurantes localizados na orla do rio Piracicaba, é a Semana Santa – feriado comemorado em todo o mundo. Reconhecida nacionalmente como a rua do peixe, instalada na cidade onde o peixe para, a Rua do Porto oferece deliciosas opções gastronômicas a piracicabanos e turistas. No local existem 20 bares e restaurantes que servem desde porções, a pratos requintados de peixe na brasa.

Os pratos mais apreciados no complexo, são os peixes feitos pelo processo de defumação, como o lombo de filhote, peixe sem espinhas oriundo de Santarém do Pará, piapara, tambaqui, pintado, dourada, entre outros. Geralmente um quilo desses peixes junto de guarnições, serve de três a quatro pessoas.

Neste ano os comerciantes da Rua do Porto esperam um crescimento de 30% no movimento com relação ao ano passado. Segundo a Amoporto, associação de bares e restaurantes do local, nesta época de semana santa e quaresma, são gerados pelo menos 300 empregos. “Além do movimento beneficiar os comerciantes, também aquece a economia do município e fomenta o turismo”, explica Fernando Bera.

“Além da atratividade gastronômica, a Rua do Porto encanta seus moradores e visitantes com seus pontos turísticos, suas belezas naturais, arquitetônicas e seus eventos populares e culturais”, ressalta Rosângela Camolese, secretária da Ação Cultural e Turismo.

A época também é positiva para o turismo local. Em Piracicaba, de 14 a 21 de abril acontece a 30ª Paixão de Cristo, com elenco formado por mais de 350 atores e um espetáculo fascinante sobre a história mais contada em todo o mundo. O artesanato exposto no calçadão da Rua do Porto também é bastante atrativo para quem procura por produtos feitos à mão.

A Feira conhecida por sua diversidade de técnicas, impressiona com a comercialização de biscuit, bordado, cerâmica, crochê, EVA, macramê, marchetaria, palha de milho, pintura, reciclagem, tear, tricô, entre outros. Os artesãos são credenciados pela Secretaria Municipal da Ação Cultural e Turismo, por meio do Programa de Desenvolvimento do Artesanato de Piracicaba. Nos dias 14, 19, 21, 27 e 28 de abril, a Feira de Artesanato da Rua do Porto acontece das 10h às 17h.

Da Redação