Comércio permanece fechado amanhã

comércio Serviços públicos param hoje e retomam na segunda. ( Foto: Claudinho Coradini/JP)

Dos três feriados em dias úteis neste mês de novembro, o Dia de Finados celebrado amanhã, será o único em que o comércio de Piracicaba fechará as portas. O Sincomércio (Sindicato do Comércio Varejista) informou ontem que as lojas do Centro da cidade e dos corredores comerciais estarão fechadas nesta sexta-feira. No sábado, as lojas abrirão das 9h às 13h. Já no feriado em comemoração à Proclamação da República, no dia 15 (quinta-feira) e ao Dia da Consciência Negra, 20 (terça-feira), o comércio funciona das 9 às 13 horas. Já os estabelecimentos do Shopping Piracicaba irão funcionar das 12h às 20h no feriado de amanhã, enquanto a praça de lazer e de alimentação funcionará das 11h às 22h.

Com exceção da Câmara de Vereadores que encerrou ontem as atividades, os serviços públicos oferecidos pela prefeitura param nesta quinta-feira e retomam na segunda-feira. De acordo com a assessoria de imprensa do Poder Executivo, neste final de semana prolongado apenas os serviços essenciais como saúde, segurança e abastecimento de água estarão disponíveis em regime de plantão. As unidades do Poupatempo tanto estadual como municipal também encerram o atendimento hoje.

O serviço de limpeza pública – que inclui a coleta de lixo e a varrição – segue o cronograma estabelecido para cada bairro e rua. A CPFL (Companhia Paulista de Força e Luz) atenderá os consumidores pelo plantão por meio do telefone 0800-0101010. Neste feriado, as agências bancárias estarão fechadas.

O Mercado Municipal funciona amanhã das 6h às 12h e no sábado das 6h às 13h enquanto os supermercados funcionarão – neste feriado – a critério dos proprietários.

SAÚDE — As unidades básicas de saúde segtem fechadas nesta sexta-feira e os prontos-socorros funcionam normalmente nos plantões 24 horas. A Cot (Central de Ortopedia e Traumatologia) funcionará em plantão. Nesta sexta-feira, o Centro de Especialidades Odontológicas vai atender em plantão de urgência das 8h às 15h.

(Beto Silva)