Conexão Poética, de Eliana Parra, no Martha Watts

A Exposição Conexão Poética será aberta hoje (31), na Sala Monet, no Centro Cultural Martha Watts e conta com as obras da artista plástica Elaine Parra. A visitação acontece até 21 de junho. No dia 7, ela estará na Sala Monet, a partir das 19h, para um ‘Happy Art’. A exposição tem entrada franca e pode ser visitada de segunda à sexta-feira, das 9h às 17h (exceto feriado).

Eliana Parra apresenta um conjunto de obras sobre temas recorrentes e que evidencia, a primeira vista, o domínio da artista sobre várias técnicas, cujas respectivas características expressivas ela sabe aproveitar. Ela usa da transparência luminosa da aquarela e ao usar tinta a óleo, consegue gradativas passagens feitas com pinceladas cautelosas. Na precisão do grafite ou do lápis de cor, ela apresenta a densidade e o peso do bronze fundido, tanto com aparente fluidez quanto solidez.

A ascendência Europeia da artista, principalmente do norte germânico e do sul espanhol, não aparece na sua obra em formas que expressam rigor ou tensão, ambas atitudes esperadas por parte destes povos, e sim, em outras formas que expressam uma sentimentalidade romântica e uma sensualidade um tanto altiva. Nesta escolha, Elaine se mostra bem brasileira, sem negar suas origens mas evitando expressar o que tem de rude e barulhento nos eventuais conflitos interiores e exteriores da vida, para “se sentir bem consigo mesma”.

Tanto nos retratos individuais, como em outras obras, a artista prioriza o “bonito”. Além deste filtro existencial, não lhe falta o senso de humor. Suas obras em geral refletem seu próprio jeito de ser.

Entre os destaques está o retrato de sua neta Helena, um excelente desenho a lápis de cor, feito com ternura, mas num estilo bem realista, com a representação das feições da modelo, e sem
tentativa alguma de idealização, no sentido de resgatar o “bom, o belo e o verdadeiro”.