Confiança do comércio cai 0,1 ponto em abril ante março, afirma FGV

O Índice de Confiança do Comércio (Icom) teve ligeira queda de 0,1 ponto na passagem de março para abril, para 96,7 pontos, informou nesta quarta-feira, 25, a Fundação Getulio Vargas (FGV). O resultado representa o primeiro recuo após sete meses seguidos de crescimentos. Em médias móveis trimestrais, o indicador aumentou 0,5 ponto, o oitavo avanço consecutivo.

“Depois de um período de alta consistente da confiança do comércio, a acomodação de abril parece refletir a incerteza em relação ao ritmo futuro da economia”, avaliou Rodolpho Tobler, coordenador da Sondagem do Comércio no Instituto Brasileiro de Economia da FGV (Ibre/FGV), em nota oficial.

Em abril, houve melhora em sete dos 13 segmentos pesquisados. O Índice de Situação Atual (ISA-COM) avançou 0,6 ponto, para 94,1 pontos, o maior patamar desde junho de 2014. Já o Índice de Expectativas (IE-COM) caiu 0,8 ponto, para 99,4 pontos. Como consequência, a diferença entre o ISA e o IE diminuiu para 5,3 pontos, a menor desde julho de 2015.

“A patinada das expectativas sugere que os empresários do comércio estão cautelosos em relação aos próximos meses, enquanto a quarta alta consecutiva do Índice de Situação Atual reforça a percepção de que a fase de recuperação das vendas persiste”, completou Tobler.

A coleta de dados para a edição de abril da Sondagem do Comércio foi realizada entre os dias 2 e 20 do mês e obteve informações de 1.131 empresas.