Confiança do comércio cresce 1,4% de outubro para novembro, diz CNC

Confiança do comércio cresce 1,4% de outubro para novembro, diz CNC
Fonte: Agência Brasil

O Índice de Confiança do Empresário do Comércio (Icec), medido pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), cresceu 1,4% de outubro para novembro. É a maior alta em nove meses.

O indicador atingiu 109,8 pontos em uma escala de zero a 200, o maior patamar para meses de novembro desde 2014.

O crescimento foi puxado principalmente pela confiança maior do empresário em relação ao futuro. A percepção do comércio cresceu 1,8%, puxada por expectativas em relação à economia (2,6%).

As intenções de investimento tiveram alta de 1,7%, com destaque para as contratações de funcionários (2,9%). As condições atuais tiveram alta de apenas 0,3%. O crescimento foi mais moderado devido à queda de 0,4% na confiança em relação à economia, que impediu uma alta maior.

Na comparação com novembro de 2017, a alta do Icec foi de apenas 0,4%. A confiança nas condições atuais teve queda de 2,2% e as expectativas caíram 0,3%. Já as intenções de investimento cresceram 3,6% neste tipo de comparação.

Natal e 2019

A CNC revisou a projeção de vendas calculada para o Natal deste ano e estima que a data movimentará R$ 34,5 bilhões, o que representa um avanço de 2,8% na comparação com o mesmo período do ano passado. A previsão de contratação de trabalhadores temporários também aumentou de 72,7 mil para 76,5 mil vagas.

Em relação à previsão para 2019, a Confederação estima uma alta de 5,2%. Se confirmada, essa variação seria a maior dos últimos sete anos.

Confiança do comércio cresce 1,4% de outubro para novembro, diz CNC