Conseg implanta Vizinhança Solidária no Altos do São Francisco

Reunião para início da ação aconteceu nesta semana (Crédito: Divulgação)

O bairro Altos do São Francisco, em Piracicaba, passou a contar com o programa Vizinhança Solidária, desenvolvido pela PM (Polícia Militar) e implantado pelo Conseg (Conselho de Segurança da Região do Santa Teresinha. Na última quarta-feira aconteceu a reunião de implantação do serviço, que reuniu autoridades, policiais e moradores do bairro.

A mesa diretora do evento foi composta por integrantes da 5ª Companhia da Polícia Militar, Guarda Civil Municipal e pelo prefeito Barjas Negri (PSDB).

O presidente do Conseg de Santa Teresinha, Márcio Pereira, destacou que “conforme informado pela Polícia Militar, o projeto é voluntário, coletivo e visa a prevenção primária, ou seja, melhorar a segurança local, incentivando a vizinhança a adotar medidas capazes de prevenir delitos e colaborar com o policiamento, já que a percepção dos moradores se torna ferramenta imprescindível para orientar as ações da polícia”.

Para Márcio, a implantação de um projeto desse porte é importante para toda a população local que, atuando ao lado da polícia, se sentirá mais segura, além de criar um senso de comunidade e justiça em todos os que participam dessa ação.

Na definição da PM, o programa Vizinhança Solidária investe na prevenção primária, que é o primeiro degrau no combate à criminalidade. ‘O cidadão conhece e sente diariamente as causas e os efeitos do crime, cuja percepção se torna ferramenta indispensável para orientar as ações de polícia’.

O foco do programa, segundo a PM é reduzir a intolerância social que predomina nas grandes cidades, aproximando os vizinhos um dos outros e por consequência resgatar a sensação de segurança na sua região.

O programa é voluntário e pode ser implantado em ruas de um determinado bairro ou região, ou com identificação de um estabelecimento comercial que tenha obtido o Certificado de Análise de Risco de Vulnerabilidade. Devem ser evitadas ações ou iniciativas isoladas.

Da Redação