Consultor Ricardo Fassio é candidato a Federal pelo PTC

PTC Candidato visitou o JPe falou sobre suas metas. (Foto;Amanda Vieira /JP)

O consultor piracicabano Ricardo Fassio é candidato a deputado Federal  por Piracicaba. De acordo com o site do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) ele está filiado e disputa as eleições pelo PTC (Partido Trabalhista Cristão) porém, segundo o candidato, a proposta é – caso seja eleito, criar a URS (União Revolucionária Social), um sistema de governo que tem como base os “oprimidos no comando” a partir do Sonar (Sistema Triangular Igualitário). De acordo com Fassio o primeiro passo da URS será a tomada do poder pelas células em todos os estados brasileiros. Por isso, a organização para esta eleição se dá por um partido já existente.

Segundo o candidato, a união está com executivas estrategicamente distribuídas nos 27 estados brasileiros no total de 1.500 cidades. A base da comunicação entre os membros se dá pelas redes sociais. Fassio explica que toda a organização do movimento que ele classifica como humanitário, ocorre matematicamente. É da matemática que vem a a principal proposta de governo da URS. Segundo o candidato, o Brasil arrecada por ano R$ 6 trilhões em impostos e tributos. Deste total, segundo ele, R$ 3 trilhões são provenientes da arrecadação do Estado, já a outra metade, se refere a um terço do lucro real líquido das concessões públicas, mistas e privadas.

A partir deste montante Fassio projeta a principal meta da URS.que é devolver a cada cidadão, parte do valor arrecadado em impostos. “Com esse valor podemos devolver por mês R$ 1 mil a cada CPF”, garantiu. A meta dos coordenadores da URS é estar com a chapa completa (para os poderes Executivo e Legislativo) até 2022 quando acontecem novas eleições para presidente da República, governadores, senadores e deputados. Até lá, o trabalho será de conscientização da população e apresentação das propostas.da URS.

FUNDADOR — A ideia de criar um movimento contra o sistema dominado pela “velha política” surgiu há cerca de 20 anos. Fassio contou que foi vítima de um assalto e levou um tiro na cabeça de uma arma de grosso calibre. Ele teve parte do crânio e da massa encefálica comprometidos e permaneceu depois meses em coma. Ao acordar, ele sofreu de amnésia recordava grande parte do seu passado. “ A partir daí passei a ouvir vozes e ouço até hoje”, contou.
A meta da URS é reduzir o Poder Legislativo em 50% em dez anos. Dessa forma, acredita Fassio, será possível aumentar o repasse aos cidadãos (referentes à devolução dos impostos) de R$ 1 mil mensais para R$ 4 mil. “ Pensamos na destruição do sistema partidário, fazendo com que qualquer CPF possa disputar um cargo eletivo”, afirmou.

(Beto Silva)

O Jornal de Piracicaba está publicando matérias com todos os candidatos a deputado estadual e federal, cujo domicílio eleitoral seja a cidade de Piracicaba. Isso para obedecer ao Princípio da Isonomia e não privilegiar a exposição de um candidato em detrimento a outro.