Coplacana investe R$ 1,5 milhão em tecnologia

investimento Evento marca início de parcerias tecnológicas. (Foto: Amanda Vieira/ JP)

Modernizar o agronegócio de Piracicaba e região. Essa é a intenção da plataforma Avance – Tecnologia para o Mundo, um acelerador de empreendedores lançado ontem pela Coplacana (Cooperativa dos Plantadores de Cana), que pretende abrir as portas para a entrada e desenvolvimento de novas tecnologias no campo – conhecido como agricultura de precisão – nas 75 cidades que pertencem a cooperativa, com sede em Piracicaba. Iniciado em fevereiro deste ano, o ‘hub’ vai receber aporte financeiro de R$ 1,5 milhão em parcerias tecnológicas.

Diretor do Departamento de Inovação do Avance, Klever Coral destacou que a finalidade da nova plataforma é colocar startups dos setores de agronegócio, saúde, telecomunicações, mineração e financeiro no mercado comercial já que estas ‘empresas’ trazem as inovações necessárias para o dia a dia da sociedade, sendo aplicada em empresas de pequeno, médio e grande porte. “Este ano decidimos destinar de 2% a 3% da receita da cooperativa para isso e já iniciamos nossa plataforma de investimentos em duas startups”, disse.

Em 2017, o faturamento da cooperativa chegou a R$ 1,3 bilhão e a expectativa é de que em cinco anos o valor chegue em R$ 2,5 bilhões. “Os investimentos iniciais nas startups @Tech do setor Pecuário e na Agrorobótica (agronegócios) já são realidades para o Avance que destinou este ano o valor de R$ 1,5 milhão aos novos negócios. Hoje temos apenas 5% do nosso agronegócio vinculado a agricultura de precisão, com o Avance, pretendemos que esse número cresça substancialmente”, apontou Klever.

Desde novembro do ano passado, a Coplacana vem trabalhando na reestruturação da cooperativa pensando ‘no futuro’, tendo em vista os 70 anos de criação da entidade a ser celebrado em outubro. “Precisamos acompanhar o futuro para não ficar para trás”, disse o presidente da Afocapi (Associação dos Fornecedores de Cana), José Coral. Já o presidente da Coplacana, Arnaldo Bortoleto, reforçou que já são duas startups atuando nesta nova plataforma e, até o ano que vem, outras seis devem começar a atuar na região. “Estamos aproximando startups dos nossos cooperados, começamos a moldar novos produtos e financiamos novas tecnologias, tudo para atender a demanda de 10 mil associados”, afirmou.

PARCERIA – As duas primeiras startups a atuarem no Avance são a Enalta e a 99geo. A primeira trabalha com plataforma de produção embarcada e rastro do trabalho no campo – como uso de tratores e caminhões por piloto automático – e a outra trabalha com topografia, geoprocessamento e mapeamento com drone. “Já estamos consolidados e oferecendo nossos serviços aos cooperados da Coplacana. Somos uma das primeiras parceiras da cooperativa e nosso foco é otimizar os trabalhos no campo, equalizando melhor o uso do maquinário bem como melhoria da safra de diversas culturas, saindo da preparação da terra até a colheita”, apontou o diretor da 99geo, Fabio Cucolo.

(Felipe Poleti)