Corpo de Bombeiros lança a operação “Edificação mais Segura”

Ação 'Edificação mais Segura' é realizada pelo Corpo de Bombeiros (Foto: Divulgação)

O Corpo de Bombeiros iniciou nesta terça-feira (2), a Operação “Edificação Mais Segura”. O objetivo será levar informações e orientação a população sobre o novo serviço que será prestado de forma educativa e preventiva, assim como as práticas que serão adotadas durante as vistorias técnicas e como ocorrerá a fiscalização das edificações.

A corporação informou que nos últimos cinco anos foram atendidos no Estado 166.026 ocorrências de incêndios estruturais, em edificações, indústrias, comércios, entre outros, vitimando 4.658 pessoas, além dos danos ao meio ambiente e prejuízos econômicos.

A ação, que conta com o apoio da Polícia Militar, também será repetida na próxima segunda-feira (8) em todo o Estado de São Paulo.

FISCALIZAÇÃO

De acordo com os bombeiros, o serviço de fiscalização tem o objetivo de verificar o cumprimento das medidas contra incêndios, se a edificação possui licença válida e se os sistemas de proteção contra incêndios estão em perfeitas condições de funcionamento.

Será realizado pelos bombeiros militares, identificados pelo uniforme caraterístico e viaturas oficiais, munidos de ordens de fiscalização identificada por QR Code, o que poderá ser instantaneamente checada veracidade e comprovada no site Via Fácil Bombeiros se a ação de prevenção na edificação está sendo realizada de forma oficial.

A corporação destacou que prefeituras municipais são as responsáveis pela execução das atribuições de uso e ocupação do solo, inclusive de interdição dos locais, cabendo aos bombeiros militares ajudar na prevenção aos incêndios nas edificações e áreas de risco com esses novos serviços de fiscalização.

APOIO

Desde janeiro de 2018, os bombeiros também passaram a atuar como reforço a Operação de Prevenção da Polícia Militar em todo o Estado. Foram distribuídos orientações e ações educativas à população para a prática de atitudes que reduzem os riscos e previnem acidentes.

Na Praça José Bonifácio, por exemplo, os bombeiros mostraram as viaturas e equipamentos usados durante os atendimentos às ocorrências.

Também abordaram temas como primeiros socorros, incêndio, acidentes de trânsito, uso de gás de cozinha, exposição de materiais, distribuição de Folders, demonstração e apresentação de equipamentos de bombeiro e distribuição de folders.

Cristiani Azanha