Corpo de Bombeiros vistoria Sambódromo no Rio

Corpo de Bombeiros vistoria Sambódromo no Rio
Fonte: Agência Brasil

O Corpo de Bombeiros do Rio, atendendo à determinação da Justiça, vistoria neste momento a estrutura do Sambódromo do Rio, onde ocorrerá na noite de hoje (1º) desfiles do Grupos de Acesso A das escolas de Samba.

A vistoria é fundamental para a Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa) obter o laudo para liberação do local. A Justiça seguiu recomendação do Ministério Público, que pediu interdição do local até a obtenção do laudo dos bombeiros.

O governador Wilson Witzel visita o Sambódromo, na Marquês de Sapucaí, e anuncia patrocínio da concessionária de distribuição de energia Light para as escolas de samba, através da Lei de Incentivo à Cultura.

Laudo é fundamental para o desfile das escolas de samba do Rio Fernando Frazão/Agência Brasil

São cerca de 20 de militares que avaliam as condições das arquibancadas, instalações elétricas, saídas de emergência e colocação de extintores de incêndio.

O resultado da vistoria será divulgado, até o fim do dia, pelo Corpo de Bombeiros, por meio de nota.

Desfiles

Os carros alegóricos das escolas de samba do Grupo de Acesso A começaram a se posicionar, no início desta manhã, na Avenida Presidente Vargas, no centro do Rio de Janeiro, para o primeiro dia de desfiles no Sambódromo.

O primeiro dia de desfiles do Grupo A começa às 22h30, com a apresentação da Unidos da Ponte, que abrirá oficialmente o carnaval na Passarela do Samba carioca.

Também desfilam hoje a Alegria da Zona Sul, Acadêmicos da Rocinha, Acadêmicos de Santa Cruz, Unidos de Padre Miguel, Inocentes de Belford Roxo e Acadêmicos do Sossego.

As outras seis escolas do grupo desfilam na noite de sábado (2): Unidos de Bangu, Renascer de Jacarepaguá, Estácio de Sá, Unidos do Porto da Pedra, Império da Tijuca e Acadêmicos do Cubango.

A campeã do Grupo de Acesso A desfila no ano que vem no grupo especial. Já a última colocada desfilará em 2020 no Grupo de Acesso B, que se apresenta na avenida Intendente Magalhães, na zona norte da cidade.

As 14 escolas do Grupo Especial desfilam no domingo (3) e na segunda-feira (4).

Corpo de Bombeiros vistoria Sambódromo no Rio