Creche para cachorros oferece convívio com a matilha

Segundo a veterinária Ana Paula, a integração deixa o animal mais feliz (Foto: arquivo pessoal)

Você já ouviu falar em creche para pets? Isso mesmo, para pets! É um local de integração para os cães e que pode ser extremamente benéfica para esses animais.

A veterinária Ana Paula França oferece o recurso em sua clínica, a Vetpet Patinhas, e afirma que a creche canina é uma boa opção para tutores que trabalham bastante, passam pouco tempo em casa e não querem deixar o animal sozinho. “A creche para animais não é uma prática recente. Hoje, os donos dos pets optam por deixá-los na creche por não terem muito tempo em casa. A importância disso para o animal é a socialização. Por mais que os donos passeiem e façam tudo por eles, os cachorros ainda necessitam do convívio na matilha”, explica a veterinária.

Durante o período na creche, que pode ser integral ou apenas em meio período, os cachorros brincam entre si e também são estimulados por meio de atividades propostas pelo supervisor humano – uma espécie de “tia” da escolinha. “Os cães brincam e interagem entre eles, criando um laço de amizade, o que deixa os donos alegres, pois assim eles percebem a importância da socialização”, afirma Ana Paula.

Não há problemas caso o animal necessite de uma dieta especial pois, geralmente, quem envia os alimentos que serão fornecidos para cada cachorro são os próprios donos. Basta combinar a quantidade e horários com o supervisor da creche, com a certeza de que a dieta irá ser mantida como no lar. “Percebemos que os cães melhoram seu comportamento, por vezes emagrecem, perdem medos e socializam melhor entre os outros cachorros e também com os humanos”, garante a especialista.

RESTRIÇÕES

Apesar de ser uma medida positiva para os pets, uma creche segura deve ter algumas restrições para manter a saúde e bem-estar de todos os visitantes diários.

Entre as exigências devem constar a comprovação de vacinação em dia e a garantia de que o animal está livre de pulgas e carrapatos. Também é necessário que o cão seja dócil, para que não exista risco de atacar os outros animais, e que, caso seu pet for fêmea, ela frequente a creche apenas fora do período do cio.

Uma outra medida importante é que o dono possa acompanhar o desenvolvimento e progresso de seu animal. “Fornecemos todo o feedback ao proprietário, tanto no comportamento entre eles quanto em relação a interação com os humanos. Enviamos fotos e vídeos com intuito de deixar o proprietário ciente de como foi o dia de creche do seu pet”, conta Ana Paula.

Será que já está na hora de seu animal começar a frequentar a escola?

Mariana Requena