Cultura piracicabana inspira alunos de Águas de São Pedro

Alunos do 3º ano do fundamental de Águas pesquisaram cultura piracicabana (Crédito: Divulgação)

Alunos do 3º ano da Emef (Escola Municipal de Ensino Fundamental) Maria Luiza Fornasier, de Águas de São Pedro, tiveram como temáticas de pesquisas e fechamento de ano letivo, a cultura e a produção artística de personalidades piracicabanas como destaques. Entre as personalidades escolhidas, destacam-se o escritor Cecílio Elias Netto, com enfoque no Dicionário do Dialeto Caipiracicabano – Arco, Tarco, Verva, e o artista Elias Rocha, o Elias dos Bonecos, que faleceu em 1º de abril de 2008, aos 76 anos. Sob a orientação da professora Nalygia Martins Florêncio, os 25 alunos finalizaram os trabalhos com participação na Feira Literária da Emef, realizada no dia 6 de dezembro. “O tema da Feira Literária 2018 foi cultura. Como sou piracicabana, quis levar aos meus alunos um pouco da nossa cultura. Estudamos o dialeto, a linguagem da cidade, pela obra do Cecílio, e também a importância da arte do Elias dos Bonecos na conscientização pela preservação do rio Piracicaba”, explica.

Para trabalhar as temáticas, os alunos do 3º ano da Emef de Águas de São Pedro visitaram Piracicaba, em agosto deste ano, conhecendo e fazendo registros dos principais pontos turísticos da cidade, principalmente, dos estão situados na orla do rio, na Rua do Porto. Além de pesquisar sobre os trabalhos culturais, os alunos produziram com materiais de reciclagem – restos de madeira, retalhos de tecidos – mini bonecos. “Para produzirem os mini bonecos, passei para os meus alunos vídeos gravados pelo próprio Elias, que aborda a importância de não jogar lixo no rio, para trabalhar a conscientização deles. Foram 40 dias de produção, em casa, com acompanhamento dos pais, e eles deram nome à produção de Toy art.

Alunos da Emef de Águas produziram mini bonecos do Elias (Crédito: Divulgação)

CULTURA — O artista popular Elias Rocha, que ficou conhecido como Elias dos Bonecos, se tornou uma figura histórica em Piracicaba por enfeitar com seus bonecos a margem esquerda do rio. O material que Elias usava na confecção dos bonecos era obtido por ele, após ter se aposentado, nas andanças que fazia pelas ruas da cidade. Morador da Elias tinha uma roça à margem esquerda do rio, onde plantava milho, feijão, mandioca, frutas. Em 1996, após uma cirurgia na garganta, o artista teve suas cordas vocais danificadas, mas continuou a se comunicar por gestos e pela escrita. Os bonecos produzidos pelo artista encantavam piracicabanos e turistas. (Eliana Teixeira)