,
Clique e
assine o JP
Televendas: 3428-4190
Classificados: 3428-4140
Comercial: 3428-4150
Redação: 3428-4170
Últimas notícias:
  • Evento comemora 77 anos do clube Coronel Barbosa
  • Preço de hortifrútis aumenta 3,66% em um mês
  • Balcão de Negócios da Coplacana vai até sábado

Associação de artistas promove palestra gratuita
Thainara Cabral
22/06/2017 13h28
  |      
ENVIAR     IMPRIMIR     COMENTE              
 

A Apap (Associação Piracicabana dos Artistas Plásticos) promove hoje, às 20h, a palestra Inspiração e Criação, ministrada pela artista plástica Miriã Cavalcanti.

O foco do encontro é o desenvolvimento do olhar poético do artista e a maneira como os sentimentos e sensações do autor podem ser esboçados em obras de diferentes vertentes.

Aberta ao público e com participação gratuita, a atividade acontece na Pinacoteca Municipal Miguel Dutra.

A palestra integra o ciclo de eventos realizados pela Apap em prol da formação teórica e prática dos artistas locais.

Professora da Pandora Escola de Arte, em Campinas, Miriã desenvolve seus trabalhos através de uma larga pesquisa com texturas encontradas em paredes, muros, pisos, janelas, portas, madeira, metais, sendo todos os materiais encontrados em construções antigas.

A fotografia também é utilizada como suporte nas composições autorias.

Com sua vasta experiência no campo contemporâneo, Miriã desenvolveu a oficina focada na criação do olhar poético nas obras. Ela falou que essa visão permite que o artista demonstre sentimentos nos trabalhos.

“Não é uma arte conceitual, é uma arte que, na verdade, fala com o espectador. A obra tem uma ligação direta com o artista criador, é onde ele pode expressar o que está sentindo, o que viveu. É algo único, que só ele pode falar”, disse.

Miriã relatou que percebe certo medo dos criadores em demonstrar sentimentos e criar algo mais íntimo nos trabalhos.

“A palavra expor já dá calafrios, porque na exposição o autor está se mostrando para outras pessoas. Nas conversas, ajudo a quebrar esse medo, pois é preciso transmitir mensagens através da arte. A arte tem de falar com as pessoas e eu sempre friso que, se o artista não conseguiu passar a mensagem, então é preciso repensar”, comentou.

No conceito de que a arte é uma linguagem universal que deve atingir todos os públicos, Miriã utiliza exemplos de diferentes obras para a análise do contraponto entre um trabalho simples e outro significativo e expressivo.

“Exponho uma aquarela pobre e outra que diz muito, que transmite uma mensagem. Isso mostra que, às vezes, o artista consegue extrair coisas fugindo da mesmice, se sobressaindo. Uso o exemplo da palavra extraordinário, que significa ir além em prol de algo magnífico”, afirmou Miriã.

Natural de São Paulo e residindo em Campinas há dez anos, Miriã Cavalcanti não conhecia a cena artística de Piracicaba até ser convidada pela Apap para ser jurada da 29º Mostra Almeida Jr., realizada pela associação em maio.

“Fiquei encantada com a qualidade da técnicados artistas locais. Pude comprovar que é verdade a fama de Piracicaba ter ótimos salões de arte”, ressaltou.

SERVIÇO — Palestra Inspiração e Criação, com Miriã Cavalcanti. Hoje, às 20h, na Pinacoteca Municipal Miguel Dutra (rua Moraes Barros, 233, Centro). Gratuito. Informações: (19) 3433-4930.

 
 
Voltar

Comentários

Nome:
E-mail:
Comentário:
 

  • Seja o primeiro a comentar