,
Clique e
assine o JP
Televendas: 3428-4190
Classificados: 3428-4140
Comercial: 3428-4150
Redação: 3428-4170
Últimas notícias:
  • Santa Casa ameaça restringir atendimentos SUS

Quarteto de Cordas Ernst Mahle estreia na Empem
Thainara Cabral
08/06/2017 13h25
  |      
ENVIAR     IMPRIMIR     COMENTE              
 
A Empem (Escola de Música de Piracicaba Maestro Ernst Mahle) recebe hoje a estreia do Quarteto de Cordas Ernst Mahle em um concerto realizado às 19h30, na Sala Dr. Ernst Mahle.
 
Criado para homenagear o maestro alemão radicado em Piracicaba, e um dos fundadores da instituição, o conjunto executa obras de Joseph Haydn e do próprio Mahle, enaltecendo as composições sinfônicas de temas regionais brasileiros.
 
O evento tem entrada gratuita e é realizado em parceria com a AAM (Associação Amigos Mahle), entidade que visa manter e difundir a obra do compositor para perpetuar seu legado musical e permitir que Piracicaba continue sendo referência no cenário da música erudita brasileira. 
uashdi.jpg

Samuel Lima, Claudio Gatto, Edmur Mello e David Scanavini formam o quarteto. (Foto: Divulgação)

O Quarteto Ernst Mahle é formado pelos violinistas Samuel Lima e Claudio Gatto, pelo violista Edmur Mello e o violoncelista David Scanavini. Os instrumentistas atuam juntos desde 2015, quando se conheceram em Campinas durante um programa do Conservatório Carlos Gomes.
 
Com a ideia de homenagear um compositor vivo, o grupo escolheu Mahle para intitular o quarteto. “As obras de Mahle são muito importantes para o cenário da música sinfônica. Talvez, ele seja o percursor do estilo contemporâneo tocado com características da cultura folclórica brasileira”, disse Samuel Lima, que também é spalla da OSP (Orquestra Sinfônica de Piracicaba). 
 
O violonista conheceu Mahle quando ele regeu a sinfônica. “Depois que ele regeu a OSP nasceu uma amizade entre nós e Cidinha Mahle, sua esposa. Fizemos uma reunião com o maestro e ele ficou muito emocionado com a homenagem. Inclusive, está escrevendo um quarteto dedicado a nós. Foi um encontro natural”, acrescentou Lima.
 
Com uma proposta de repertório sem fronteiras, o grupo executa peças eruditas, partindo do barroco, até as populares, dando ênfase aos quartetos de cordas de compositores brasileiros. No lançamento oficial da formação, os instrumentistas executarão a peça Quarteto nº3, Opus 33 (The Bird), do compositor alemão Joseph Haydn. Em seguida, serão apresentadas duas peças duas pelas de Mahle. 
 
A primeira, Quarteto 1975, composta por três movimentos, o maestro escreveu para um quarteto de alunos da Empem, na década de 1970. Na suíte Viajando pelo Brasil, Ernst Mahle trabalhou em cima de movimentos curtos que tratam sobre as músicas regionais de seis estados brasileiros, sendo elas: Eu Não Vim Para Ficar (Maranhão), João Dararão (Piauí), Menino Vá Dormir (Sergipe), Meu Guariba (Amazonas), Eh! Morena (Minhas Gerais) e Jacaré (São Paulo).
 
“Cada movimento enaltece a música expoente e folclórica de cada estado brasileiro, trazendo ritmos predominantes, como baião e o samba antigo”, explicou o violinista. Segundo Lima, o quarteto apresentará o mesmo programa no dia 2 de julho no projeto Música na Capela, realizado no bairro Monte Alegre.
 
SERVIÇO — Concerto de lançamento do Quarteto de Cordas Ernst Mahle. Hoje, às 19h30, na Sala Dr. Ernst Mahle da Empem (rua Santa Cruz, 1155, Centro). Entrada gratuita. Informações: (19) 3422-2464.
 
 
Voltar

Comentários

Nome:
E-mail:
Comentário:
 

  • Seja o primeiro a comentar