Cutters reage e está nas finais do Circuito Nacional

futebol americano A equipe feminina conseguiu a vaga para a decisão. (Foto: Divulgação)

Pela primeira vez na história, a equipe feminina do Piracicaba Cane Cutters está classificada para as finais do Circuito Nacional de Flag Football 5×5. A sonhada vaga foi alcançada no último fim de semana, quando o Centro de Treinamento Touchdown, em São Paulo, recebeu a etapa semifinal. A classificação do time piracicabano foi dramática: após perder as duas partidas realizadas no sábado (29), os Cutters reagiram com três vitórias no domingo (30), e confirmaram o terceiro lugar debaixo de um temporal na capital paulista.

“Resumindo, foi insano. Nos dois primeiros jogos, não rendemos praticamente nada. E contra o São Paulo Storm, nós já tínhamos perdido duas vezes neste ano e elas abriram 13×0. No último segundo antes do intervalo, conseguimos anotar o touchdown. No segundo tempo, voltamos muito bem e vencemos. Depois, passamos bem pela equipe do Rio Grande do Norte e acabou o mundo em água no campo. A equipes se reuniram e decidiram que iriam jogar a última partida enquanto houvesse condição”, relatou o gestor Kleber Caneva.

“Nós começamos o quinto jogo com uma postura muito ofensiva, marcamos dois touchdowns e, próximo do intervalo, a chuva voltou muito forte, interrompendo a partida. Assim, mantivemos o resultado, conquistamos o terceiro lugar e estamos na fase final”, afirmou Caneva. O Piracicaba Cane Cutters foi derrotado por Palmeiras Locomotives (28×7) e Antares-RJ (44×12), mas venceu as representações de São Paulo Storm (20×13), Bull Potiguares (24×0) e Big Riders (12×0).

ADVERSÁRIOS

Nas finais do Circuito Nacional, Antares-RJ, Cane Cutters e Palmeiras se juntam ao Brasília Selvagens, CG Cobras e Jacarés do Pantanal para decidir qual equipe será campeã brasileira na temporada. Os jogos acontecem entre os dias 24 e 25 de novembro, ainda sem local definido. “São as seis melhores equipes do país, então, não teremos jogos fáceis. Nós estamos trabalhando para trazer a fase final para o Estado de São Paulo”, analisou o gestor do time piracicabano.

“Além de ampliar os esforços nos treinos e recuperar algumas atletas importantes que se lesionaram, ainda será preciso correr atrás de apoio financeiro para arcar com os gastos da última etapa, que são muito maiores que as anteriores. Faremos ‘pedágios’, rifas e esperamos contar com a ajuda de empresários que acreditem no esporte, que são sempre bem-vindas. Pela reação que as meninas apresentaram no fim de semana, acredito que seja possível brigar pelo título”, finalizou Caneva.

(LÍder Esportes)