Defesa de ex-executivo condenado na Lava Jato pede sua soltura

Defesa de ex-executivo condenado na Lava Jato pede sua soltura
Fonte: Agência Brasil

A defesa do ex-executivo Sérgio Mendes Júnior, da empreiteira Mendes Júnior, condenado na Operação Lava Jato, pediu liberdade há pouco ao Supremo Tribunal Federal (STF).

A petição dos advogados de Mendes Júnio, condenado a 27 anos de prisão, é a primeira a chegar ao tribunal após a decisão do ministro Marco Aurélio que determinou a soltura de todos os presos que tiveram a condenação confirmada pela segunda instância da Justiça.

O pedido foi enviado para o presidente do STF, ministro Dias Toffoli, diante do período de recesso na Corte, que começou hoje.

Mendes Júnior está preso na Penitenciária da Papuda, no Distrito Federal, condenado pelos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e associação criminosa.

Mais cedo, a defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva também pediu liberdade com base na decisão do ministro, mas à Justiça Federal em Curitiba.

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, informou que pretende recorrer ao Supremo para anular a decisão do ministro Marco Aurélio.

* Matéria alterada às 16h44 para corrigir informação no terceiro parágrafo

Defesa de ex-executivo condenado na Lava Jato pede sua soltura