Delegado interino busca realizar parceria com a sociedade civil

Encontro discutiu possibilidades com representantes do Conespi e do Conseg-Centro (Foto: Divulgação)

O delegado interino da DIG/Dise (Delegacia de Investigações Gerais e Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes), Vagner Romano deve realizar parcerias com a sociedade civil para melhorar a estrutura funcional do prédio, onde funciona atualmente as delegacias especializadas. O imóvel, que fica na rua Tiradentes, no cruzamento com a Moraes Barros, no centro da cidade, não conta, por exemplo, com uma cela ou carceragem destinada para presos durante as operações realizadas.

A proposta foi discutida durante a reunião, que ocorreu nesta sexta-feira (17), na sede das delegacias especializadas, com representantes do Conespi (Conselho das Entidades Sindicais de Piracicaba) e Conseg (Conselho Municipal de Segurança), da área central.

“Nossa proposta é ampla. Pretendemos fazer o controle de acesso das pessoas, que circulam no ambiente policial, inclusive com controle de acesso das pessoas que entram”, afirmou o delegado.

Romano enfatizou que as parcerias, que serão oficialmente documentadas serão importantes para a implantação das medidas. Por meio da parceria com o Conseg, o delegado conseguiu o monitoramento das ruas próximas às especializadas.

O presidente do Conespi, Wagner da Silveira, o Juca, disse que apoia a proposta. “O Conespi e os seus sindicatos filiados, com certeza, apoiam e vão trabalhar para ajudar nesta iniciativa”, completou.

“O modelo é o mesmo de aprimoramento do trabalho de inteligência. Em Rio das Pedras, traçamos uma nova estratégia com aprimoramento dos trabalhos de investigação e de inteligência, permitindo-se aos policiais civis a constatação dos pontos nevrálgicos do problema, além de outras ações”, contou.

Com as adequações necessárias, o delegado disse que isso facilitará o trabalho tanto de investigações gerais como de combate ao tráfico de entorpecentes com ações conjuntas com outras forças de segurança como a Polícia Militar e Guarda Civil.

Cristiani Azanha