Deputados e vereadores discutem orçamento estadual na cidade

Penúltima audiência pública aconteceu ontem, na Câmara de Piracicaba; último encontro será amanhã. (Foto: Davi Negri)

Deputados, vereadores e população de Piracicaba puderam apresentar sugestões de melhorias ao Orçamento do Governo do Estado para o ano de 2020, durante audiência pública na Câmara de Vereadores realizada ontem. Foi a última audiência que a Alesp (Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo) realizou nas cidades do interior paulista desde o início de setembro e que vai nortear a sessão de debate na próxima quarta-feira (23), na sede do Legislativo.

O presidente da Câmara, vereador Gilmar Rotta (MDB), lembrou que as demandas trazidas ao plenário contribuem para que os deputados entendam melhor as necessidades de cada região e desta forma possam pensar nas emendas a serem feitas no orçamento estadual.

Para a vereadora Adriana Cristina Sgrigneiro Nunes, a Coronel Adriana (CID), são necessários instalação de um Posto do SPPrev (São Paulo Previdência), implantação de dez escolas em tempo integral e a construção da sede da 4ª Cia da Polícia Militar, entre outras indicações.

Já o vereador Lair Braga (SD) defendeu recapeamento e acostamento para a rodovia Piracicaba–Anhembi, alças de acesso nos dois sentidos nas proximidades do Clube Atlético Piracicabano, na região de Santa Teresinha e a construção de um posto policial com viatura fixa no Distrito de Tupi. Último vereador a apresentar sugestões, Paulo Campos (PSD) citou a importância de aquisição de duas da Guarda Civil Municipal. Ele também defendeu a aquisição de leitos hospitalares para o município.

O prefeito Barjas Negri (PSDB) lembrou que uma das principais demandas é a ampliação dos recursos para o Hospital Regional Zilda Arns. Segundo ele, a cidade precisa de construções do Hospital Veterinário e de escola na região que compreende os loteamentos Vida Nova, Gran Park e Vale do Sol.

Para o deputado Roberto Morais (CID), as reivindicações que devem ser levadas ao governo estadual são a vinda do programa Bom Prato, instalação da Rede Lucy Montoro e a ampliação do anel viário.

A audiência pública foi presidida pelo deputado estadual Alex de Madureira (PSD), membro da Comissão de Finanças, Orçamento e Planejamento.

Entre as questões defendidas por Ronaldo Almeida, assessor da deputada Marisa Isabel Noronha Nogueira, a professora Bebel (PT), está a destinação de recursos que garantam um investimento público estadual no Iamspe (Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual) de, no mínimo, o mesmo valor destinado pelo funcionalismo estadual à instituição.

Da Redação