Derrota para o Palmeiras foi a pior do ano para o São Paulo

Em 9 jogos entre os rivais no Allianz, o Verdão venceu 8. (Foto: César Greco/Ag Palmeiras/Divulgação)

O Palmeiras venceu o São Paulo na noite da última quarta-feira (30), pelo placar de 3 a 0, com gols de Bruno Henrique, Felipe Melo e Gustavo Scarpa e continua na vice-liderança, com 60 pontos, enquanto que o rival continua na 4ª posição, com 49 pontos. Além da vitória, o Alviverde continua invicto diante do Tricolor em sua Arena que, desde que foi inaugurada, o Verdão venceu oito jogos e perdeu apenas um, conquistando um aproveitamento de 92,59% dos pontos ante o rival.

Além de manter o tabu, o Verdão chegou a marca de 29 jogos invicto como mandante no Campeonato Brasileiro, contabilizando 25 vitórias e quatro empates no período. A última derrota foi para o Sport, por 3 a 2, no dia 26 de maio de 2018, com gols de Keno (que não está mais no clube) e Hyoran. O Verdão venceu seus cinco clássicos no período, sendo duas contra o Santos, duas contra o São Paulo e uma diante do Corinthians.

Esta foi apenas a segunda vez em três anos em que o São Paulo é derrotado por três gols de diferença. A última derrota por essa diferença de gols foi no Campeonato Paulista 2017, em que a equipe perdeu justamente para o Palmeiras, também pelo placar de 3 a 0 e novamente no Allianz Parque. Os gols foram de Dudu, Tchê Tchê (atualmente no São Paulo) e Guerra. A equipe era treinada por Rogério Ceni, na ocasião, e Jucilei é o único jogador do atual elenco que esteve em campo naquela derrota.

CORINTHIANS

Em Alagoas, o Corinthians foi derrotado pelo CSA pelo placar de 2 a 1, gols de Apodi e Ricardo Bueno, com Pedrinho marcando o gol de honra corintiano. O resultado tirou o Timão do G-6, além de aumentar a pressão no técnico Fábio Carille, já que a equipe chegou a marca de sete jogos consecutivos sem perder, com quatro empates (Grêmio, Athletico Paranaense, Goiás e Santos) e três derrotas (São Paulo, Cruzeiro e CSA). De quebra, foi a primeira vitória do CSA sobre o Timão em jogos oficiais.

A sequência sem vitórias ultrapassou o período sem triunfos em 2018, quando o Corinthians, treinado por Jair Ventura na época, obteve dois empates (América-MG e Vitória) e quatro derrotas (Flamengo, Cruzeiro, duas vezes, e Santos) e é o maior nos últimos seis anos. A última vez em que o timão ficou tanto tempo sem vencer foi na temporada de 2013, quando a equipe, a época campeão mundial e treinado por Tite, acumulou três empates (Náutico, Cruzeiro e Grêmio) e cinco derrotas (Internacional, Botafogo, Goiás, Ponte Preta e Portuguesa).

Mauro Adamoli

[email protected]