Descarte irregular de lixo e entulho no Água Seca

Lixo acumulado no fim da avenida Dois Córregos tem incomodado os motoristas (Foto: Amanda Vieira/JP) Lixo acumulado no fim da avenida Dois Córregos tem incomodado os motoristas (Foto: Amanda Vieira/JP)

O entulho e o lixo doméstico que estão acumulados no final da avenida Dois Córregos, no cruzamento com a rodovia Maria das Graças Martins, que liga Piracicaba ao distrito de Tupi, preocupam motoristas e moradores da região. Um dos reclamantes, o técnico agrícola Rui Fernando Adorno, queixa-se do mau cheiro e da falta de iniciativa dos órgãos públicos em evitar o problema.

Sempre teve lixo no local, mas não como está agora. O cheiro está insuportável, até com restos de carniça. Quando os motoristas passam, eles tem que fechar os vidros”, conta Adorno, que mora naquela região há mais de 25 anos e nunca viu uma situação como essa.

Antes do problema se agravar, o técnico agrícola entrou em contato com a Sedema (Secretaria Municipal de Defesa do Meio Ambiente) para que a mesma instala-se uma placa avisando as pessoas que é proibido jogar lixo no local, porém não foi atendido. “Eles disseram que não adiantaria, já que a placa seria roubada”, disse. “Independente disso, acredito que a instalação da placa poderia resolver parte do problema. Se limparem, depois de três dias o pessoal sujará o local novamente. Então se for o caso, pode até colocar uma câmara de segurança”, disse.

SEDEMA

Em nota, a secretaria de informou que o local “deverá entrar na programação para ser limpo novamente ainda esta semana”.

Lembrou também que apesar de toda estrutura criada pela Prefeitura para “facilitar a vida do cidadão”, uma grande quantidade de depósitos irregulares de entulho ainda é registrado em áreas públicas da cidade. “Segundo o Setor de Gerenciamento de Resíduos, inicialmente foram mapeados 39 pontos de descarte irregular, de forma recorrentes, na cidade. Hoje este número caiu para 27, um deles é este local”.

A assessoria da pasta reforçou que, de acordo com a Lei 178/06, o descarte irregular é passível de multa, neste caso, é de R$ 423,41. “Porém, para que a fiscalização seja efetiva, é necessário o auxílio da população para que denunciem através do SIP 156, enviando fotos e vídeos das irregularidades que podem ser feitas a partir de qualquer celular com câmera, e remetidas à Sedema”.

Além disso, a Secretaria reforça que a cidade conta com oito ecopontos em locais “estratégicos” da cidade para atender toda a população e que o mais próximo do local citado é o do bairro Cecap (avenida Eurico Gaspar Dutra – ao lado da área de lazer)”, finaliza.

Mauro Adamoli