Dise prende dois acusados de tráfico e, na volta para delegacia, aborda integrante do PCC

Dinheiro e entorpecente apreendidos (Divulgação/Dise)

Os policiais civis da Dise (Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes) prenderam dois acusados de tráfico de drogas após o cumprimento de um mandado de busca e apreensão, em uma casa, no bairro Mário Dedini, na quarta-feira (2). Dois homens foram presos no imóvel. Foram apreendidos dois tijolos de maconha, R$ 275 e balança de precisão. Os policiais estavam a caminho da delegacia especializada, quando perceberam que várias pessoas correram para dentro de uma casa. Um dos suspeitos, que seria integrante do PCC (Primeiro Comando da Capital), facção que age dentro e fora dos presídios. Na casa dele, os investigadores localizaram mais dois pedaços de maconha, seis pedras de crack, R$ 940 e anotações possivelmente com o tráfico de drogas.

Segundo a polícia, a primeira ação ocorreu no bairro após investigações, que apontaram que um homem responsável por um ponto de venda de drogas, próximo à quadra do bairro Mário Dedini. Ele contava com a ajuda de outro rapaz. Após conseguirem os mandados de busca e apreensão na residência dos alvos, os policiais localizaram na casa do responsável os  entorpecentes e materiais para embalagem. O suspeito não estava na casa, mas foi preso em seu local de trabalho.

Simultaneamente, outra equipe ingressou na residência do segundo suspeito. Com o auxílio do cão de faro, da Polícia Militar localizaram R$ 275,00, exalando forte odor de entorpecentes. Ele teria confessado que o dinheiro seria proveniente da venda de drogas.

OUTRO CASO

Os policiais já retornavam à delegacia, quando perceberam que vários jovens correram para o interior de uma residência que se encontrava com o portão escancarado, levantando suspeitas na equipe, sendo todos eles abordados na garagem do imóvel. Entre eles, um dos abordados que seria integrante da facção criminosa. Os policiais foram até ao quarto dele, onde teriam localizado a droga e a contabilidade do tráfico.

 

Cristiani Azanha

[email protected]