Dise prende gerente e ‘picador de drogas’ nos Bosques

Entorpecentes foram levados para a Dise (Divulgação/Dise)

Os policiais civis da Dise (Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes) prenderam o homem apontado como o “gerente” do tráfico e outro rapaz que teria sido “contratado”  como “picador de droga”. A abordagem aconteceu na tarde desta sexta-feira (1º), nos Bosques do Lenheiro. Na ocasião foram apreendidos 14 tijolos de maconha, 39 trouxinhas de maconha, outras partes e maconha que já estavam cortadas, porém, sem embalar, 25 pedras de crack,  R$ 915 em dinheiro, balança de precisão e material plástico para embalagem dos entorpecentes. Foi a quarta ocorrência relacionada ao tráfico de drogas apresentada pela mesma equipe em menos de uma semana.

Com relação à abordagem de sexta, durante as investigações, os policiais identificaram um homem que morador no Bosque e que gerenciando um ponto de venda de entorpecentes no mesmo bairro. O delegado Demétrios Gondim Coelho conseguiu o mandado de busca e apreensão para o endereço do suspeito. Os investigadores fizeram um cerco com várias equipes e abordaram o suposto “gerente” no momento em que embalava os entorpecentes com o outro rapaz que estaria “picando” um pedaço de maconha. Os policiais também apreenderam a quantia em dinheiro, que seria proveniente do tráfico de drogas.

OUTROS CASOS

Na última quarta-feira (27), um homem de 38 anos, apontado como o suposto “patrão” do tráfico do bairro Tatuapé. Um rapaz de 23 anos que estaria guardando as drogas em sua moradia também foi preso.No dia anterior, um homem de 41 anos foi preso, após ser acusado de guardar seis tijolos de maconha, em sua residência, no Jardim Oriente. Na última segunda-feira (25), os investigadores fizeram uma abordagem no bairro Nova América. De acordo com a polícia um dos investigados atuava como “patrão” (responsável pelo ponto de venda de drogas), foi preso na semana passada pela PM, acusado de tráfico de drogas.

 

Cristiani Azanha