Dise prende homem acusado de matar cão

Um homem de 36 anos foi detido pelos policiais civis da Dise (Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes) após ser acusado de matar um cachorro com uma barra de ferro. Ele vai responder pelos crimes de maus tratos a animais. O acusado chegou a ser levado à sede da delegacia especializada, mas foi liberado após prestar depoimento. Se condenado, a pena é quatro meses a um ano de prisão e multa – acrescida de 1/6 a 1/3, em caso de morte do animal.
Os policiais receberam a denúncia no último sábado (29), de qe um homem teria sido visto com uma arma longa ameaçando atirar em um cachorro, mas acabou matando-ocom vários golpes na cabeça, utilizando uma barra de ferro.
Os investigadores conseguiram identificar uma testemunha que foi instruída a registrar o boletim de ocorrência sobre o caso.
O crime gerou repercussão nas redes sociais, pois foram divulgadas fotos do animal morto, com a cabeça esmagada, bem como fotos dos rastros de sangue e fezes do animal no local em sofreu as agressões.
Os policiais conseguiram realizar o registro da ocorrência, na manhã desta quarta-feira (2) realizaram diligências na residência do suspeito. Ele teria confessado ter matado o cão e indicou aos policiais onde estaria a barra de ferro usada nas agressões.
Questionado sobre a arma longa, a qual teria sido visto empunhando, este esclareceu ser uma espingarda de pressão (chumbinho) e que estaria escondida no porão de sua residência, a qual também foi localizada e apreendida.
Na sede da Dise, o homem autor confessou formalmente o crime, alegando que na data dos fatos estava embriagado e acabou matando o animal porque este teria avançado em sua esposa.

(Cristiani Azanha)