Disque-Denúncia quer informações sobre morte de corretora no Rio

Disque-Denúncia quer informações sobre morte de corretora no Rio
Fonte: Agência Brasil

O Disque-Denúncia, do Rio de Janeiro, oferece R$ 1.000,00 de recompensa por informações do paradeiro de Paulo Maurício e Pedro Paulo Teixeira Junior.

Eles estão com mandado de prisão preventiva decretado pela Justiça do Rio e são procurados pelo assassinato da corretora de imóveis e advogada Karine Garofalo, na tarde de quarta-feira (15).

Ela foi executada com quatro tiros, ao lado de um filho adolescente e em frente ao condomínio em que morava na Barra da Tijuca, no Rio.

Segundo as investigações, Paulo Maurício foi o autor dos disparos e o crime, encomendado por Pedro Paulo, ex-marido da advogada e pai do adolescente. Toda a ação foi registrada pelas câmeras de segurança da região.

A corretora tinha 44 anos e será enterrada hoje à tarde em Volta Redonda, onde nasceu. Ela estava separada há cinco anos de Pedro Paulo e brigava com ele na Justiça por um patrimônio de cerca de R$ 3 milhões.

A polícia conseguiu várias imagens que comprovam a participação de Paulo Maurício, que é primo de Pedro Paulo, no crime. Em uma delas, ele aparece jogando em um matagal a arma do crime, que já foi levada para a perícia.

Disque-Denúncia quer informações sobre morte de corretora no Rio