Do campo à mesa

Roteiro Moringa Mantiqueira, de Campos do Jordão, valoriza a produção e a gastronomia local. (Fotos: Fotos: Divulgação)

Não é novidade que as pessoas também comem com os olhos. A apresentação de um belo prato ativa as papilas gustativas. Imagine então, se o cliente puder conhecer de perto a procedência dos ingredientes artesanais de produtores locais. Essa é a proposta do Roteiro Moringa Mantiqueira, em Campos do Jordão, que além de usar os produtos regionais também faz a aproximação dos clientes, que podem conhecer de perto, por exemplo, as variações dos queijos de búfala diretamente com os criadores na montanha. Não é o máximo?!

Vitor Pompeu, chef de cozinha do restaurante Sauá e da Pousada Bicho do Mato (Gonçalves-MG), além de sócio do Restaurante Moringa Mantiqueira (Campos do Jordão-SP) é o anfitrião da expedição que, na verdade, une um belo passeio pela região da Serra da Mantiqueira.

A iniciativa trará contextualização sobre a gastronomia da Mantiqueira, desde sua história até a atualidade, durante visita aos produtores de Paraisópolis e Consolação, duas pequenas cidades mineiras. Os participantes vão acompanhar também o processo de produção dos ingredientes, participar de degustações e entender todo o processo por trás de cada item. Anota na agenda, a próxima será no dia 23 de novembro.

“Somos privilegiados pela paisagem da Serra da Mantiqueira, bem como a variedade de bons produtores, que primam pela qualidade. Alguns são pequenos e nem têm a pretensão de fornecer em grande quantidade. Temos a certeza que estamos adquirindo bons produtos que serão utilizados para os nossos pratos, que são feitos com muita dedicação”, disse Pompeu.

A convite do Roteiro Moringa Mantiqueira e Travel for Life (www.travelforlife.com. br), o Jornal de Piracicaba degustou vários pratos da região. Alguns bem inusitados. Quem já pensou em misturar algodão doce, com carne de porco? O chefe Vitor Rabelo, do Moringa traz essa novidade no prato ‘Prime Rib suíno do Vale’. Essa junção ficou simplesmente perfeita!

Outro carro-chefe da casa é o ‘Jarret de leitão Del Veneto, que é um angu mole de milho crioulo, com banana grelhada e couve refogada.

No roteiro tem ainda outro prato de dar água na boca e que é servido no mineiro Sauá é a Salada Caprese (com tomates grelhados, queijo meia cura do Sertão do Canta Galo, pesto e crocante de queijo Alagoa). Propondo um frescor para a estação, uma opção é o Filé de Truta empanado no Fubá, servido com maionese de pimenta rosa e mel da mantiqueira, picles de abóbora, pepino e cebola roxa. Agora vem o melhor: ‘Truta ao Molho de Morango com pimenta, risotto de queijo luminosa e telha de Cúrcuma’.

Para completar a proposta de Gastronomia da Mantiqueira, o Sauá oferece cervejas artesanais da Cervejaria 3 Orelhas (Gonçalves-MG) e Zalaz (Paraisópolis-MG), além de sua carta de vinho com foco também para a região, que tem apresentado uma grande evolução, como exemplo as vinícolas Guaspari (Espirito Santo do Pinhal- -SP), Baú 9.4 (São Bento do Sapucaí-SP) e Luiz Porto (Cordislândia-MG).

Cristiani Azanha
[email protected]