Dona de casa é acusada de esfaquear irmão

Uma dona de casa de 31 anos é acusada de esfaquear seu irmão nas costas após uma discussão na casa da família, no bairro Kobayat Libano, na tarde de quinta-feira (03). A vítima, um motorista de 35 anos, chegou a passar por atendimento na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) “Frei Sigrist”, na Vila Cristina, e liberado após ser suturado com três pontos.
Segundo o boletim de ocorrência, por volta das 14h, ambos estavam na residência da família, quando acabaram se desentendendo. A dona de casa teria pegado uma faca e partiu para cima de seu irmão.
Ele teria informado à policia que precisou usar a força para contê-la, pois estaria muito abalada.
O motorista foi levado pelos próprios familiares até a UPA, onde passou por atendimento e liberado em seguida.
No plantão policial, ele foi orientado que tem o prazo de seis meses para representar criminalmente contra a sua irmã.
O boletim de ocorrência sobre o assunto foi registrado pelo delegado plantonista Airton Jaguanharo Correa como lesão corporal.
A vítima foi orientada a fazer o exame de corpo de delito no IML (Instituto Médico Legal) nos próximos dias. O motorista não adiantou aos policiais se pretende representar criminalmente contra a acusada.
De acordo com o Código Penal, em seu artigo 129, a pena para lesões corporais leve tem pena de detenção que pode variar de três meses a um ano. A lesão corporal grave tem pena de reclusão de um a cinco anos.

 

(Cristiani Azanha)