Doria diz que atentado na Catedral não tem relação com o porte de arma

Doria diz que atentado na Catedral não tem relação com o porte de arma
Fonte: Agência Brasil

O governador eleito de São Paulo, João Doria (PSDB), prestou solidariedade às famílias das vítimas do ataque à Catedral de Campinas, bem como aos feridos e afetados no atentado. Doria disse porém que a tragédia, com seis mortos, incluindo o atirador Euler Fernando Grandolpho, não tem vínculo com o debate da flexibilização do porte de armas no país. “Não vejo correlação entre esse fato lamentável e triste com o tema relativo a porte de armas”, disse.

Segundo Doria, o ataque não foi uma ação planejada por um criminoso, mas um ato praticado por uma pessoa desequilibrada, como indica a apuração da polícia de São Paulo. “Foi fruto do desequilíbrio de uma pessoa. Não há relação com a flexibilização do porte de armas. Esse é um debate que tem de prosseguir. Acho que é um debate positivo para a sociedade”, argumentou Doria, após a reunião dos governadores para tratar de segurança pública.

Doria diz que atentado na Catedral não tem relação com o porte de arma